foto: ALPHA ONE MEDIA / CHRISTOPHER REEVES

Mais uma vez no impressionante Red Bull Ring, desta vez para o BMW M Grand Prix of Styria, cujo vencedor levará para casa um BMW M4.

Numa semana marcada pelo grande acidente que marcou a corrida do GP na Austria e, por reuniões convocadas pelos FIM MotoGP™ Stewards com os pilotos envolvidos nos acidentes, resultaram as seguintes sanções:

– Repreensão escrita a Danilo Petrucci devido aos gestos do piloto para com com Aleix Espargaró durante a 1ª sessão de qualificação.

– O acidente entre Espargaró e Oliveira foi considerado um incidente de corrida, não havendo qualquer sanção.

–  Relativamente ao acidente entre Morbidelli e Zarco de que resultou uma pequena fratura no escafóide de Zarco, este foi considerado responsável pelo mesmo, pelo que sofreu a penalização de sair das boxes este fim de semana.

O líder do campeonato Fabio Quartararo  juntou-se ao vencedor do GP da Áustria Andrea Dovizioso, ao rookie vencedor de Brno, Brad Binder, ao nove vezes campeão do mundo Valentino Rossi, Jack Miller e Joan Mir  na habitual conferencia de imprensa pré-evento.

FABIO QUARTARARO (Petronas Yamaha SRT): “Foi uma corrida muito frustrante, mas como você disse, foi um domingo estranho depois do acidente. O principal é que todos ficaram bem. Na primeira corrida saí direto para gravilha, não tinha as melhores sensações com os travões da frente nem com a embraiagem. Por isso decidimos mudar algumas coisas nos travões da frente para tentar melhorar, mas à segunda volta da segunda corrida não conseguia estar atrás de ninguém. Mesmo sozinho estava a lutar para parar a moto. Tivemos problemas nas pinças foi isso que aconteceu. Estou muito frustrado porque o nosso ritmo estava muito bom, não para a vitória mas para os cinco primeiros. “Para mim está tudo em aberto, o Andrea é super rápido aqui e em todas as próximas pistas, é claro que acho que é um dos principais candidatos. Os cinco primeiros classificados foram quatro fábricas diferentes, por isso tudo é possível e vai ser muito divertido. Vamos tentar dar o nosso melhor neste fim de semana, tivemos um bom ritmo no fim de semana passado, assim queremos trabalhar um pouco melhor, estamos prontos para lutar pelo pódio. ”

ANDREA DOVIZIOSO (Ducati Team): “Foi muito estranho para mim depois da corrida, não sei se foi  porque não havia fãs ou nenhum dos meus amigos na corrida, de certeza que não foi devido ao meu futuro, com o qual estou muito tranquilo. Estou muito focado sobre esta temporada.

“Tentamos algo novo cada vez que fazemos uma corrida. Nas corridas percebes muito mais coisas do que os treinos, é normal para todos. Eu acho que demonstramos uma velocidade muito boa na corrida. Não me sinto muito bem a meio das curva nem à saída. Temos que melhorar,  principalmente porque podemos ser penalizados nas próximas corridas. Alguns pilotos estarão mais fortes esta semana porque não conseguiram o resultado pretendido, por isso, estarão com mais fome de resultados. O clima também vai ser importante. Acho que vai fazer calor sexta-feira e sábado, talvez no domingo nem tanto, mas acho que será um fim de semana diferente.

BRAD BINDER (Red Bull KTM Factory Racing): “Bom, na sexta-feira foi uma confusão completa. Passei mais tempo a chegar ao circuito, acho. Tem sido super difícil encontrar as referencias nas pistas novas para mim. Além disso, o tempo não ajudou. No sábado não fiz uma boa qualificação fiquei na P17, mas no domingo de manhã senti-me muito melhor e dei um pequeno passo em comparação com o que tinha feito na qualificação e para a corrida que eu sabia que começar tão longe seria  muito difícil. Depois de fazer uma boa partida, tentei começar a abrir caminho e ver o que os outros faziam. Aprendi muito nestas duas corridas, terminar em quarto foi um choque com certeza. Acho que quando estava em oitavo lugar não passei ninguém de novo… foi uma corrida estranha claro. As coisas boas são que agora sabemos os pontos em que preciso melhorar. Acho que posso fazer uma melhor qualificação nesta corrida.

VALENTINO ROSSI (Monster Energy Yamaha MotoGP): “Foi um momento muito difícil, sim, muito assustador. Durante a queda, felizmente vi apenas a mota do Zarco sobrevoando o Maverick, mas sinceramente não vi a do Franco Morbidelli porque estava muito perto e muito rápido. Tivemos muita sorte porque nenhuma das motos nos tocou. Foi uma situação difícil e um recomeço muito difícil. Por isso, recomeçar com a moto não foi tão difícil no fim de contas, mas sim, foi um momento difícil.

“Para nós, esta pista é difícil; temos que sofrer um pouco. O nosso ritmo não foi o suficiente para lutar por um pódio ou pela vitória. Mas, na segunda metade da corrida não foi tão mau. Conseguiu ser consistente e manter um ritmo decente e somar alguns pontos. É sempre estranho fazer outra corrida no mesmo circuito, mas temos muitos dados, precisamos de começar melhor e tentar ficar com o grupo da frente.

JACK MILLER (Pramac Racing): “Bem, depois dos dois Grandes Prémios anteriores, onde cai quando ia numa boa posição em Jerez e nunca ter encontrado as melhores afinações na República Checa, precisávamos de fazer um bom resultado. Durante o fim-de-semana pareceu-me que podíamos ter um bom domingo. Apesar do reinício, de ter trocado de pneus e tudo mais, mantive a cabeça fria e saí e fiz o meu trabalho. A moto está a funcionar muito bem aqui, não tenho desculpas. Estou à espera de todos os outros serem mais rápidos, vamos ter que encontrar algo extra. “Com certeza, estamos sempre a olhar os dados uns dos outros . O Dovi é definitivamente o homem mais rápido aqui neste momento. Veremos o que podemos fazer neste fim de semana. ”

JOAN MIR (Team Suzuki Ecstar): “A verdade é que no ultimo fim de semana fizemos um trabalho muito bom. Acho que foi o meu melhor fim de semana. Finalmente conseguimos um bom resultado depois de procurar sempre bons resultados, mas por alguns motivos e azares não conseguimos um bom resultado. De qualquer forma, estou feliz por isso e vamos ver se posso ficar no pódio mais vezes.

“Temos uma boa base, uma moto competitiva, mas perdemos um pouco nos setores 1 e  2, depois no 3 e 4 recuperamos um pouco do tempo. Estive atrás da Ducatis muitas voltas e consegui estudar os pontos fortes e fracos e, com certeza tenho boas informações para esta corrida! “

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui