O teste da FIM Enel MotoE™ World Cup chegou ao fim em Jerez com a diferença de 0,030 segundos entre os dois primeiros, a diferença mais pequena até hoje registada em MotoE™.

O primeiro teste oficial do FIM Enel MotoE™ World Cup da temporada de 2021 chegou ao fim e com os dois pilotos a dominarem os três dias terminando a roleta dos tempos favor do brasileiro  Eric Granado (One Energy Racing) #51 com o tempo de O 1: 47.553 o suficiente para derrotar suíço Dominique Aegerter (Dynavolt Intact GP)#77 por apenas 30ms, com o vencedor do trofeu de 2019, o italiano Matteo Ferrari (Team Gresini MotoE)#77, a ser o terceiro mais rápido, a apenas 0,647s.

Felizmente o tempo manteve-se seco no Circuito de Jerez-Angel Nieto e permitiu que as equipas e os pilotos desfrutassem de três dias de pista seca e pela primeira vez tomassem contacto com as novas e cada vez mais rápidas Energica Ego Corsas.

Ninguém conseguiu acompanhar para já Granado e Aergerter, mas é de salientar pelo seu desempenho o rookie espanhol Fermin Aldeguer (Openbank Aspar Team) #11 com apenas 16 anos fez a P4 na tabela de tempos combinada, a apenas 0,043s de Ferrari, naquele que foi como dissemos, o primeiro contacto com a Energica Ego Corsa terminando à frente do campeão Jordi Torres (Pons Racing 40) que se preara para defender o título.

No final foram oito os pilotos que se encontraram no mesmo segundo. Alessandro Zaccone (Octo Pramac MotoE) e Xavier Cardelus (Avintia Esponsorama Racing) nas P6 e P7 respectivamente, com o oitavo lugar a pertencer a Lukas Tulovic (Tech3 E-Racing) a exatamente um segundo Granado. O alemão caiu no Dia 3, mas estava perfeitamente ok.

Miquel Pons (LCR E-Team) foi o segundo rookie mais rápido, demostrando também uma impressionante adaptação à MotoE ™ ficando a apenas 0,018s de Tulovic. O italiano Andrea Mantovani (Team Gresini MotoE) – outro rookie – fechou o top 10 dos tempos combinados.

Assim 17 dos 18 pilotos que compõem a grelha de 2021 evoluíram durante os três dias e adaptaram-se bem aos novos pneus que a Michelin preparou para a MotoE™ este ano, excepção para Mattia Casadei (Ongetta SIC58 Squadra Corse) o único piloto a lesionado.

No último dos três dias de testes, foi realizada uma simulação de partida, a simulação de corrida terá de esperar para o segundo teste em Jerez no dia 12 de abril.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui