- Pub -
foto: ALPHA ONE MEDIA / CHRISTOPHER REEVES

O duelo no dia 1 vê a fábrica de Noale derrotar a Ducati que ocupa as restantes  cinco posições.

Menos de meio décimo de segundos decidiu o primeiro lugar no Dia 1 num escaldante Gran Premio d’Italia Oakley, com Aleix Espargaró (Aprilia Racing) apenas superado pelo herói da casa Francesco Bagnaia (Ducati Lenovo Team) quando os dois terminaram a sexta-feira separados por apenas 0,049 . O terceiro lugar foi para Jack Miller (Ducati Lenovo Team), com a Aprilia de Espargaró a única máquina capaz de bater o domínio da Ducati.

Atrás dos seis primeiros lugares ocupados pela Aprilia seguida das cinco Ducatis, surge Brad Binder (Red Bull KTM Factory Racing), o único piloto entre os oito primeiros que não pilotava uma máquina da casa de Borgo Panigale, o sul-africano fez a P7 com 1m46,439s. O rookie Marco Bezzecchi (Mooney VR46 Racing Team) impressionou mais uma vez na oitava posição, enquanto o líder do campeonato Fabio Quartararo (Monster Energy Yamaha MotoGP ™) foi nono com Pol Espargaró (Repsol Honda Team) a terminar na P10.

Miguel Oliveira (Red Bull KTM Factory Racing) teve uma saída de pista perto da  San Donato quando seguia  perto de Aleix Espargaró, tendo terminado a FP2 na P14, com o piloto de testes da casa de Noal e colega de Espargaró na Aprilia, Lorenzo Savadori (Aprilia Racing),  a correr com uma asa TRASEIRA na sua RS-GP…

- Pub -

Deixe o seu comentário