foto: ALPHA ONE MEDIA / CHRISTOPHER REEVE

Com condições mistas de aderência no traçado do Twin Ring em Motegi no Japão, Miguel Oliveira conseguiu hoje a 16ª posição na grelha de partida para a etapa japonesa do campeonato do mundo de MotoGP.

Com o dia a ‘acordar’ chuvoso foi com o asfalto japonês molhado que os pilotos enfrentaram a primeira sessão de treinos livres do dia, a terceira no programa do evento, sessão essa onde Miguel Oliveira confirmou a sua rapidez com a KTM RC16 em condições mais exigentes, fechando a sessão com o 10º melhor tempo (1m55.860s) a escassas 13 milésimas de segundo do melhor piloto da KTM. A prestação seria confirmada na sessão seguinte, já com a pista a secar, conseguindo o piloto português o 14º tempo (1m52.411s), sendo mais uma vez o segundo mais rápido entre os que utilizam as motos austríacas.

Na qualificação, já com o piso seco, Miguel Oliveira assinou a sua melhor volta, a oitava das oito que realizou, com um tempo de 1m47.894s, fechando a sessão a pouco mais de 1 segundo do mais veloz para assegurar a ‘abertura’ da sexta linha da grelha de partida para as 24 voltas aos 4801 metros de perímetro da pista japonesa.

Miguel Oliveira (Red Bull KTM Tech 3):‘Foi um Sábado bastante positivo. Em condições de chuva consegui ser bastante rápido e bastante competitivo. De tarde na qualificação com a pista a secar foi um pouco complicado perceber nas partes da pista em que estava mais molhado qual era o nível de aderência mais ainda assim fizemos uma boa qualificação, o possível, e agora resta-nos analisar bem aquilo que podemos melhorar amanhã no ´warm-up´e preparar bem uma corrida onde a estratégia será fazer um bom arranque e impôr o nosso ritmo desde o início em lugares pontuáveis.’

Grelha de partida

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui