foto: ALPHA ONE MEDIA / CHRISTOPHER REEVES

Valentino Rossi da Monster Energy Yamaha MotoGP acusou teste positivo COVID-19 antes do Grande Prémio Michelin® de Aragon deste fim de semana.

A notícia significa que o nove vezes Campeão do Mundo vai perder a primeira de duas provas MotorLand Aragon, com sua participação no segundo Grande Prémio no local também com sérias dúvidas.

Rossi confirmou a notícia nas redes sociais,

Valentino Rossi (Monster Energy Yamaha MotoGP): “Infelizmente, esta manhã acordei e não me sentia bem. Doíam-me os ossos e estava com febre leve, liguei imediatamente para o médico que me testou duas vezes. O resultado do ‘teste rápido de PCR’ foi negativo, assim como o teste que fiz na terça-feira. Mas o segundo, cujo resultado me foi enviado às 16:00 desta tarde, infelizmente foi positivo. “Estou muito desapontado por ter de perder a corrida de Aragon. Gostava de estar  otimista e confiante, mas receio que a segunda prova em Aragon também seja um ‘não vai’ para mim …

Estou triste e com raiva porque fiz o meu melhor para respeitar o protocolo e apesar do teste negativo que fiz na terça feira, isolei-me desde que cheguei de Le Mans. De qualquer forma, é assim que as coisas são e, não posso fazer nada para mudar a situação. Agora vou seguir os conselhos do médico e só espero  sentir-me bem em breve. ”

Eis passos de Valentino Rossi desde Le Mans:

– No domingo, 11 de outubro, Rossi deixou o circuito de Le Mans e voltou para sua casa em Tavullia, Itália.

– Na quarta-feira, 14 de outubro, Rossi estava em plena forma e treinou em casa sem nenhum sintoma ou inconveniente

– Na quinta-feira, 15 de outubro, ele acordou de manhã e sentiu-se um pouco dolorido. Ele teve uma leve febre e chamou imediatamente um médico. O médico realizou dois testes: 1. Um ‘teste de PCR rápido’, que voltou com um resultado de teste negativo.

2. Um teste de PCR padrão, cujo resultado chegou na quinta-feira, 15 de outubro, às 16 horas locais. Infelizmente esse resultado foi positivo.

– Durante a sua estadia em casa noite de domingo (11 de outubro) até hoje (15 de outubro), NÃO esteve em contato com qualquer pessoa que esteja atualmente presente no Grande Prémio de Aragon, incluindo os pilotos da VR46 Academy, equipa do VR46 , Membros da equipa Monster Energy Yamaha MotoGP etc.

– O estado de Rossi será monitorizado de perto pela equipa médica em Tavullia.

– A situação será analisada  todos os dias tendo em vista a participação de Rossi nas próximas corridas de MotoGP ™.

Lin Jarvis (Team Principal): “Esta é uma notícia muito má para Valentino e  para a equipa Monster Energy Yamaha MotoGP e para todos os fãs de MotoGP à volta do mundo. Em primeiro lugar, esperamos que o Valentino não sofra muito nos próximos dias e recupere totalmente no menor tempo possível. É um segundo duro golpe para a nossa equipa de  MotoGP, dadas as ausências de Sumi-san (Eng. Chefe) e dos cinco engenheiros da YMC depois de um membro testado  positivo – apesar de felizmente ser totalmente assintomático.

“Estes dois incidentes lembram- nos que não importa o quão cuidadoso você seja, o risco está sempre presente – como vemos com o aumento do número de infeções na Europa neste momento.

Contactámos as autoridades de saúde italianas e fomos informados de que qualquer membro de nossa equipa que esteve em contato com Valentino até segunda-feira está excluído do risco direto. No entanto, estaremos ainda mais atentos a partir de agora para minimizar quaisquer futuros problemas. ”

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui