foto: ALPHA ONE MEDIA / CHRISTOPHER REEVES

Foi o duelo que se adivinhava durante todo o fim de semana: Francesco Bagnaia (Ducati Lenovo Team)  vs Fabio Quartararo (Monster Energy Yamaha MotoGP ™) . O duelo que se desenvolveu no campeonato  Mundial de 2021 e o duelo que esperávamos em 2022. O Gran Premio Red Bull de España, Jerez foi o local, em que a dupla voltou a lutar sozinha, dando dez segundos à concorrência. No final, Bagnaia venceu uma emocionante primeira vitória do ano, com Quartararo forçado a contentar-se com a P2, mas assumindo uma liderança no Campeonato.

Aleix Espargaró (Aprilia Racing) passou Marc Márquez (Repsol Honda Team) e Jack Miller (Ducato Lenovo Team) nas últimas voltas terminando na P3, ao fazê-lo, colocou fim às concessões da Aprilia no MotoGP™ passados seis anos.

Quando as luzes se apagaram, o ruído dos motores aumentaram e os milhares de fãs comemoravam o seu seu regresso às arquibancadas passados três anos. Foi o homem da pole position Bagnaia quem alcançou a liderança, com Quartararo a ficar em segundo. Jack Miller (Ducati Lenovo Team) era terceiro na primeira volta, à frente de Takaaki Nakagami (LCR Honda Idemitsu) e de Aleix Espargaró e Marc Marquez  literalmente lado a lado.

Márquez voltou a ser  agressivo e conquistou o quarto lugar a  Nakagami que pouco depois também foi ultrapassado por  Aleix Espargaró. Momentos depois, Jorge Martin (Pramac Racing) caiu pela quarta vez em seis corridas e, na sua 200ª participação em Grande Prémio, Stefan Bradl (HRC) também caiu na última curva.

A meio da corrida, Bagnaia conseguiu uma vantagem de oito décimos e o italiano manteria essa diferença até as últimas três voltas da corrida. Foi quando Quartararo começou a recortar a diferença para a liderança para metade. Quartararo poderia roubar a vitória em Jerez a Bagnaia no final? A dupla estava estava a dar tudo, com uma vantagem de 11 segundos para todos os restantes.

Na última volta  Bagnaia tinha  uma vantagem de apenas meio segundo. Conseguiria algo especial o atual Campeão do Mundo na última volta… mas quando chegaram ao quarto e último setor Quartararo estava a apenas um quarto de segundo de distância. Mas Bagnaia manteve-se firme, resistindo à pressão, para obter uma vitória vital em Jerez; A primeira para o italiano desde a última corrida da temporada em Valência no ano passado e a segunda para a fábrica de Bolonha na Andaluzia. A terceira visita ao pódio da temporada de Quartararo fez com que aumentasse a vantagem como líder do Campeonato de zero a oito pontos, com os 20 da P2 a revelarem-se muito valiosos.

Nakagami finalmente cruzou a linha em sétimo, quatro segundos à frente de Enea Bastianini (Gresini Racing) na P8. O antigo líder do Campeonato derrotou o rookie Marco Bezzecchi (Mooney VR46 Racing), que igualou o seu melhor resultado em MotoGP™, apesar de acabar em nono. No último lugar entre os dez primeiros ficou com Brad Binder (Red Bull KTM Factory Racing).

Pol Espargaró (Repsol Honda Team), Miguel Oliveira (Red Bull KTM Factory Racing), Alex Marquez (LCR Honda Castrol), Maverick Viñales (Aprilia Racing) e Franco Morbidelli (Monster Energy Yamaha MotoGP™) terminaram nos pontos.

Classificação corrida MotoGP™Classificação Geral MotoGP™

Classificação corrida Moto2™ ;    Classificação Geral Moto2™

Classificação corrida Moto3™ ;    Classificação Geral Moto3™

Classificação corrida MotoE™ ;    Classificação Geral MotoE™

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui