foto: ALPHA ONE MEDIA / CHRISTOPHER REEVE

Apenas 0,088 separam os três primeiros em Jerez, com 19 pilotos no mesmo segundo no 1ªDia

Depois de definir o tempo mais rápido nas condições mais frias do FP1 no Gran Premio Red Bull de España, Marc Marquez (Repsol Honda Team) foi o mais rápido esta sexta-feira de 2020, mas com Maverick Viñales (Monster Energy Yamaha MotoGP) apenas a 0,024 seguido de  Cal Crutchlow (LCR Honda Castrol) a menos de um décimo do topo.

A FP1 começou quando Bradley Smith (Aprilia Racing Team Gresini) saiu do pitlane como a primeira moto de MotoGP ™. Fabio Quartararo (Petronas Yamaha SRT) teve que ficar de fora dos primeiros 20 minutos da sessão, com o francês a ser punido por treinar com máquinas “ilegais” – ou seja, fora dos treinos oficiais.

À tarde, foi Franco Morbidelli (Petronas Yamaha SRT) quem venceu a FP2, mas os tempos eram oito décimos mais lentos numa tarde sufocante no Circuito de Jerez-Angel Nieto. Quartararo ficou em segundo lugar nas condições mais “semelhantes à corrida” e o único homem a melhorar, com o rookie Brad Binder a ser a surpresa ao colocar sua máquina da Red Bull KTM Factory Racing entre os três primeiros da sessão e apenas um décimo do topo . A FP2 também viu as duas primeiras quedas de fim de semana de corrida da temporada: Marc Marquez e o seu companheiro de equipa Alex Marquez (Repsol Honda Team), mas ambos sem ferimentos.

Andrea Dovizioso (equipae da Ducati) ocupa o quarto lugar, depois do veterano italiano ter aumentado  o ritmo, parecendo forte apesar de se encontrar a recuperar de uma lesão na clavícula, Joan Mir ( (Suzuki Ecstar), ficou à frente do experiente companheiro de equipa, Alex Rins, com o australiano de Jack Miller (Pramac Racing), logo atrás em ficou em sexto.

Pol Espargaró (Red Bull KTM Factory Racing) ficou em oitavo no impressionante primeiro dia e liderou um trio das KTMs entre os dez primeiros na sexta-feira. O rookie Iker Lecuona (Red Bull KTM Tech 3) teve uma performance incrível, ficando a apenas 0,002 do mais experiente Espargaró ficando em nono, de salientar que  Brad Binder, além de encerrar a FP2 em terceiro, terminando em décimo nos treinos combinados.

Miguel Oliveira (Red Bull KTM Tech 3) depois de nos pré-testes de Jerez na 5ª feira ter obtido a oitava posição, esta sexta-feira conseguiu apenas a vigésima posição, o que não é de estranhar pois  dedicou o dia a afinações da sua KTM para a corrida.

MotoGP™

Classificações FP1    Classificações FP2

Moto2™

Classificações FP1         Classificações FP2

Moto3™

Classificações FP1      Classificações FP2

MotoE™

Classificações FP1       Classificações FP2

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui