foto: ALPHA ONE MEDIA / CHRISTOPHER REEVES

O Circuito de Jerez-Angel Nieto, recebe o primeiro Grande Prémio de quatro, em solo espanhol no ano de 2022, sendo que a primeira vez que o Circuito da Andaluzia recebeu o MotoGP™ foi no ano de 1987.  Um Grande Prémio  que recebeu os fãs, nem sempre com as melhores condições de acesso e alojamentos, mas sempre caracterizado por um ambiente único nas bancadas e nas regiões circundantes, contagiando inclusive os muitos portugueses que se deslocam à região Andaluzia.

A sexta prova do campeonato do mundo, decorre sob o escaldante sol da Andaluzia  no Circuito de Jerez – Angel Nieto mais uma vez com uma qualificação decidida pelos pormenores.

Miguel Oliveira (Red Bull KTM Factory Racing)P21: “Fizemos  uma ótima FP44 e entrámos na classificação confiantes de que poderíamos ser rápidos, mas tivemos um pequeno problema técnico que não conseguimos resolver a tempo. Foi muito difícil ser rápido de qualquer forma tentei o meu melhor, mas estava a perder muito em vários setores. Partir  da P21 não está ajuda, mas vamos ver que corrida podemos fazer amanhã, é importante não desistir. Chegar ao fim e marcar pontos seria ótimo.”

Brad Binder (Red Bull KTM Factory Racing)P15: “Dei o meu melhor hoje e fiz tudo o que podia. Isso significou 15º hoje e, obviamente gostaria de ter sido um pouco mais rápido, mas foi o que conseguimos. Acho que nosso ritmo de corrida está muito mais próximo da frente, por isso é importante ter uma boa partida e tentar ficar entre os primeiros para um bom resultado amanhã.”

Grelha de partida MotoGP™

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui