foto: ALPHA ONE MEDIA / CHRISTOPHER REEVE

Fabio Quartararo (Petronas Yamaha SRT) venceu numa impressionante luta a três a pole-position no Gran Premio Red Bull de España, o francês bateu o seu companheiro de equipa  Maverick Viñales (Monster Energy Yamaha MotoGP) e Marc Marquez (Repsol Honda Team ) conseguindo a primeira polé de 2020.

Marquez foi o primeiro homem a atacar a temperatura de 55 graus da pista, mas sua primeira volta foi prejudicada ao alargar demais na curva Dani Pedrosa. Francesco Bagnaia (Pramac Racing), que seguia o campeão do mundo não se equivocou e foi o primeiro piloto a conseguir a  P1 antes de ser batido por Quartararo com 1: 37.064.

Com a tenacidade que todos lhe reconhecemos,  de Marquez conseguiu na segunda tentativa 1: 37.006 tirando o francês da P1. Os minutos passavam quase tão rápidos como as mudanças de posição e pouco depois,   Quartararo , pela  primeira vez na história do circuito de Jerez-Angel Nieto, baixou de 1:37 fazendo  história com 1: 36.993.

Mas ainda nada estava definido, pois ainda faltavam os cinco minutos finais da primeira sessão de qualificação da classe rainha de 2020 com Jerez num estranho em silêncio mas cheio de tensão, enquanto os pilotos de MotoGP ™ trocavam para os pneus

A luta continuou quase igual depois da troca de pneus, sendo a vez de Marquez a fazer  1: 36.877 e tirar Quartararo da P1. A luta parecia que se decidia a dois, mas a diferenças entre os pilotos é muito pequena e apesar de estar a duas decimas, a outra Yamaha oficial de Viñales – fez um  mega setor final assumiu a pole provisória.

Entretanto  Jack Miller (Pramac Racing) e Alex Rins (Team Suzuki Ecstar) – o homem mais rápido da Q1 – caem na rapidíssima curva 11, e Andrea Dovizioso (Ducati Team) quase no mesmo instante na  curva 2.

Infelizmente, para a Suzuki que se encontrava em boa forma, vê-se devido ao acidente, privada do seu piloto de ponta Alex Rins que foi declarado pelos médicos da corrida não apto para o fim de semana devido ao ombro deslocado.

Bagnaia concretizou o bom andamento evidenciado, obter seu melhor resultado em qualificações de MotoGP ™ partindo da grelha na P4, um lugar à frente do companheiro de equipa Miller e de  Cal Crutchlow (LCR Honda Castrol) que parte da P6.

Vindo da Q1, Pol Espargaró (Red Bull KTM Factory Racing) termina na P7 e melhor piloto KTM levando Dovizioso para a  P8 depois da sua queda na curva 2, quando melhorava em todos os setores, Rins se classificou-se  em nono, mas não irá correr, com Franco Morbidelli (Petronas Yamaha SRT), Valentino Rossi (Monster Energy Yamaha MotoGP) e Joan Mir, da Team Suzuki Ecstar, que ocupavam as posições posteriores a  subirem um lugar.

Miguel Oliveira (Red Bull KTM Tech 3) fez uma qualificação discreta, e irá partir da P16 mas esperemos que durante esta noite a equipa consiga solucionar os problemas com que se debate o português.

Para prova de abertura prevê-se uma luta sem quartel entre Quartararo x Viñales x Marc Marquez com o francês a procurar a sua primeira vitória no MotoGP™ com as Ducatis de Bagnaia e Miller a partir imediatamente a seguir.

Horário – Domingo 19 de Julho

9:05h – Grelha partida MotoE™

10:00h – Grelha partida Moto3™

11:20h – Grelha partida Moto2™

13:00h – Grelha partida MotoGP™

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui