foto: ALPHA ONE MEDIA / CHRISTOPHER REEVES

Depois dos dois fins-de-semana de corridas intensas no Qatar, o circo do MotoGP ™ enfrenta a montanha-russa como é conhecido o circuito do Autódromo Internacional do Algarve em  Portimão, com a grande novidade do regresso à competição do oito vezes campeão mundial Marc Marquez depois de nove meses afastado, o grande tema da conferencia.Também presentes neste pré-evento novo líder do Campeonato Johann Zarco, o vencedor de Doha, Fabio Quartararo, seu companheiro de equipa e vencedor do primeiro GP do Qatar Maverick Viñales o atual campeão do mundo Joan Mir (Team Suzuki Ecstar) e herói português e dominador da corrida do ano passado,Miguel Oliveira. 

Marc Marquez (Repsol Honda Team): “É muito bom estar de volta aos Gps, foram nove meses difíceis, muito difíceis. Amanhã será a hora de dar mais um passo importante na minha reabilitação. Sim é verdade eu estou nervoso, o que não é normal para mim. Mas sei que depois da FP1 estarei melhor, agora é hora de curtir pilotar a moto de novo. Hoje conheci a equipa toda, a parte  japonesa e parte espanhola estão todos muito motivados. Eu de imediato avisei, não se esqueçam que não temos um objetivo este fim de semana. Eu não serei o mesmo Marc do costume, preciso de tempo. Ainda assim, minha reabilitação envolve duas coisas: física e mental. Estamos no processo, mas estou muito feliz por estar aqui e ansioso para andar de mota.”

Johann Zarco(Pramac Racing): “Acho que é muito bom o regresso do Marc, principalmente é importante para ele. Não consigo imaginar, da maneira que ele é, com tanta energia ter de ficar em casa e duvidar se o braço volataria ao normal. Acho que os fãs estão felizes, mas o principal é ele mesmo. O nervoso  que diz ter, acho que posso imaginar. Mas estou feliz pelo Marc poder tirar suas dúvidas. ”

Fabio Quartararo (Monster Energy Yamaha MotoGP): “É óptimo para ele, em primeiro lugar, depois de tanto tempo poder andar numa  MotoGP e também para o Campeonato. Quando se é oito vezes Campeão do Mundo e não se está em 2020… foi estranho,  acho que tê-lo de volta é ótimo. Eu sinto que para todos, e para os fãs, ter a referência dos últimos anos aqui será ótimo. ”

Maverick Viñales (Monster Energy Yamaha MotoGP),: “Acho que é ótimo para todos… para qualquer piloto estar um ano parado  seria um período muito difícil. Estou muito feliz por ele estar aqui, a nossa maneira de vver a vida é andar de mota. Esse é o nosso modo de vida. Portanto, a hipótese de andar de mota e estar de volta aqui é algo inacreditável, eu acho que estamos todos felizes porque os pilotos podem ser rivais na pista, mas fora da pista temos bons sentimentos e isso é importante. É bom ter todos os pilotos aqui e especialmente o Marc que é um dos melhores pilotos do Campeonato, estou muito feliz por ele. ”

Miguel Oliveira(Red Bull KTM Factory Racing): “Não posso acrescentar nada dediferente ao que os outros disseram. Obviamente feliz por ele, em  primeiro lugar por poder ser uma pessoa normal depois de ter sofrido um acidente tão terrível e poder no final voltar a fazer o que gosta de fazer que é andar de mota, como todos nós. Acho que do lado competitivo estamos todos muito animados porque apesar de termos bons resultados no ano passado, faltou o dominador da classe da última década, assim é ainda mais motivador para todos nós.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui