foto: ALPHA ONE MEDIA / CHRISTOPHER REEVES

“Fazer história” é o titulo que nos merece o  FIM MotoGP™ World Championship de 2020

São já nove os diferentes vencedores na categoria rainha – igualando o recorde 2016 – será que o AIA vai bater este record ?

Na primeira corrida em  Jerez, foi Fabio Quartararo (Petronas Yamaha SRT) o primmeiro vencedor, antes do rookie Brad Binder (Red Bull KTM Factory Racing) se tornar o segundo homem a vencer em 2020 no GP de  Brno – tornando-se o primeiro rookie da África do Sul vencer uma corrida.

Seguiu-se, o veterano Andrea Dovizioso (Ducati Team) no GP da Áustria, onde no seguinte GP também na Áustria, GP Styrian,  Miguel Oliveira (Red Bull KTM Tech 3) se tornou o primeiro português a vencer uma corrida na classe rainha. Franco Morbidelli (Petronas Yamaha SRT) também conquistou a sua primeira vitória em MotoGP ™  este ano, na primeira corrida de  Misano, na segunda corrida no  Adriático foi Maverick Viñales (Monster Energy Yamaha MotoGP) a dominar o GP da Emilia Romagna.

Em Le Mans, foi a vez de  Danilo Petrucci (Ducati Team) onde  o italiano a conquistou a primeira vitória à chuva. A hipótese de se atingir o recorde foi confirmada no  MotorLand no GP de Aragon, através de  Alex Rins (Team Suzuki Ecstar) que também deu a primeira vitória à Suzuki.

Recorde-se que o principal candidato ao título ainda não havia vencido … Esse estigma de ser campeão sem vencer uma corrida, terminou no European Grand Prix, quando o atual Campeão do Mundo de MotoGP ™ Joan Mir (Team Suzuki Ecstar) conquistou a  sua primeira vitória na categoria rainha. Ao fazê-lo,  fez história na Suzuki e no MotoGP ™ para se tornar o nono piloto diferente a ocupar o primeiro lugar do pódio em 2020.

Será que em Portimão teremos um décimo vencedor ou Miguel Oliveira um dos principais favoritos, por correr em casa não o permitirá ?

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui