Valentino Rossi (Monster Energy Yamaha MotoGP) fez 40 anos de idade, no passado dia 16 de fevereiro, um número incrível para alguém continua no pódio de um desporto tão exigente como a classe rainha do Motogp™.

As conquistas de Rossi são excelentes. No entanto, ‘The Doctor’ não é o primeiro atleta a alcançar 40 anos  e a continuar a  competir ao mais alto nível. Eis alguns nomes que conseguiram grandes feitos nos “enta”.

Nascido em 1979, Rossi chegou ao mundo durante a primeira reforma aos 45 anos de um grande desportista: George Foreman. O boxeador americano, que participou do famoso “Rumble in the Jungle” com Muhammad Ali, foi bicampeão de pesos pesados e medalha de ouro olímpico. Voltou para lutar aos 48 anos. Foreman continua a ser o mais velho campeão mundial dos pesos pesados ​​da história.

Continuando com grandes nomes americanos, a lenda profissional do basquetebol Michael Jordan  tornou-se o primeiro atleta com 40 anos a totalizar 43 pontos num único jogo da NBA. Um verdadeiro herói do desporto americano, Jordan é unanimemente  considerado como o maior jogador de basquetebol de todos os tempos, mantendo  recordes da NBA como a maior média de pontos por jogo numa época (30,12 por jogo) e a maior média de pontos num playoff (33.45).

Outro atleta que permanece no auge de seus dotes é o jogador de futebol americano Tom Brady. Com 41 anos de idade, Brady  ajudou recentemente o New England Patriots a conquistar o Super Bowl de 2019 – o seu sexto, sendo o maior de jogador de todos tempos. Além disso, Brady é o quarterback mais vitorioso da história da NFL, e o único quarterback a atingir 200 vitórias numa  época. Por estas razões – e muito mais – Brady é considerado o melhor quarterback da  NFL.

No campo da Fórmula 1, tivemos a competir com  40 anos  um dos maiores de todos os tempos,  amante do motociclismo e infelizmente vitima de um acidente na neve quando gozava a sua reforma, de  seu nome Michael Schumacher, o sete vezes campeão mundial, venceu cinco títulos consecutivos de F1 entre 2000 e 2004 com a Ferrari, antes de se reformar no final da época de 2006, com um recorde ainda invicto de 91 vitórias na carreira. Semelhante a outros grandes nomes do desporto, Schumacher anunciou seu regresso  à F1 em 2010, com  41 anos, o piloto alemão voltou à Mercedes antes de se reformar definitivamente em 2012.

No campo do Todo o Terreno, no Rally Dakar, Nasser Al-Attiyah, de 48 anos, recentemente conquistou seu terceiro título ao vencer o Rally Dakar de 2019 e o primeiro da Toyota.  Na imagem Rossi acompanha Al-Attiyah  no pré-evento do GP do Qatar de 2017  na disciplina  ao tiro, onde o atleta do Qatar compete desde 1996 e onde conquistou uma  medalha de bronze olímpica nos jogos de Londres 2012. 

Rossi nos “enta” é um herói do italiano que reparte como um dos maiores guarda-redes de futebol de todos os tempos – Gianluigi Buffon, vencedor Campeonato do Mundo de 2006. Com 176 internacionalizações, Buffon é o jogador da selecção italiana mais internacional de todos os tempos e o mais internacional de todos os tempos. Agora com 41 anos, Buffon continua a competir ao mais alto nível no campeão francês Paris Saint-Germain.

Finalmente, porque não terminar com outro atleta que compete em  duas rodas? Chris Horner,  ciclista americano de corrida de estrada, tornou-se o mais velho vencedor de um  Grand Tour de bicicleta aos 41 anos, que  ganhou a Vuelta a España em 2013.

Como verificamos, muitos atletas com 40 ou mais anos de idade, obtiveram resultados significativos nos seus desportos …  o Doctore  encontra-se entre eles e, a história do  piloto de Tavullia ainda não terminou…

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui