foto: ALPHA ONE MEDIA / CHRISTOPHER REEVES

Com 234 voltas feitas nos ainda desconhecidos 4.301 metros do traçado do Mandalika International Street Circuit, Miguel Oliveira e todo o pelotão do campeonato do mundo de MotoGP colocaram hoje um ponto final nos testes de pré-temporada 2022.

Nos últimos três dias, o paddock do circuito indonésio na Ilha de Lombok foi a casa do piloto da Charneca de Caparica, que lado a lado com toda a equipa da KTM deram continuidade ao processo de desenvolvimento e evolução da RC16 com que vai estar pelo quarto ano consecutivo nas grelhas de partida do campeonato do mundo de MotoGP.

Com 21 pilotos separados por menos de um segundo no final dos três dias, o piloto da KTM foi o 15º com um registo final de 1m31.620 conseguido este Domingo, a reduzidas 560 milésimas de segundo do melhor tempo. Uma confirmação da evolução da moto austríaca antes da viagem para o arranque da mais longa temporada na história do MotoGP.

Miguel Oliveira (Red Bull KTM Factory Racing):‘Foram três longos dias de testes e o saldo final é positivo. Conseguimos no final do terceiro dia o foco para um ‘time attack’ que correu muito bem e que nos ajudou a entender algumas coisas que nos podem ajudar nas qualificações.

O meu ritmo neste terceiro dia com pneus médios foi muito bom e isso faz-nos acreditar que saímos aqui de Lombok com uma boa chance de fazer uma boa corrida. Agora o foco está no Qatar para a primeira corrida, para a qual acreditamos que estamos preparados para lutar por um bom resultado.’

A próxima saída para a pista será já no mês de Março no primeiro momento do campeonato 2022 no asfalto de Losail, no Qatar, o primeiro palco do campeonato do mundo MotoGP.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui