Na Conferência de Imprensa Pré-evento para o Grande Prêmio Motul do Japão mereceu destaque a luta pelo título – com os três primeiros separados por 28 pontos. Marc Marquez (Repsol Honda Team) lidera, com Andrea Dovizioso (Ducati Team) a 16 pontos e Maverick Viñales (Movistar Yamaha MotoGP) com mais 12 que o italiano.

Na mesa restam 100 pontos, e em um imprevisível final 2017, onde tudo ainda pode acontecer.

Eis as palavras dos protagonistas:

Marc Marquez (Repsol Honda Team): ” Chegados a este ponto da época, não se sabe quem será o principal adversário no domingo, por isso temos de trabalhar para encontrar as melhores afinações, e esperar pelo domingo para ver com quem iremos lutar … Sinto-me bem com a moto e isso é o mais

importante e os  últimos resultados foram bastante bons, mas cada corrida é diferente,  pelo que é necessário manter a mesma mentalidade e fazer o mesmo trabalho, porque lá ainda faltam quatro corridas. Esses três são muito importantes, tentaremos fazer o nosso melhor, como temos feito até agora – e tentar puxar sempre ao máximo”

Andrea Dovizioso (Ducati Team): “Competir com estes pilotos é difícil, porque são muito fortes, mas, se estou aqui nesta altura, significa que também tenho as minhas cartas. Tenho muita experiência, felizmente, porque eu sou mais velho, infelizmente! …. mas acho que a minha experiência me tem ajudado este ano a ser rápido em diferentes condições.  Sinto-me bastante calmo, sei muito bem o que já fizemos este ano. Estamos na reta  final do Campeonato e estamos a lutar com a Honda e a Yamaha, o que significa que fizemos um ótimo trabalho “.

Continuou  o piloto da Ducati – o primeiro a fazer 200 pontos ou mais para a fábrica de Borgo Panigale desde que Casey Stoner o fez em 2010 salientou ainda a imprevisibilidade das corridas:

“Todos vão atacar  e tudo pode acontecer. Serão três boas corridas, com uma corrida em cada domingo! Será importante para todos. Ainda acho que o Campeonato está bastante apertadoAcho que  nós os três temos uma grandes hipoteses de lutar pelo título e é tão fácil as coisas mudarem de corrida para corrida “.

Maverick Viñales (Movistar Yamaha MotoGP): “Prefiro as três corridas seguidas, sempre fui forte, tive mais momentos positivos na Austrália e na Malásia, mas acho que a Yamaha funciona bem nesses

circuitos  … estamos a tentar, dar o nosso melhor para melhorar sempre, mas acho que já somos bastante fortes. Ainda temos de trabalhar muito para a corrida, gosto muito desta pista, no ano passado senti-me forte aqui, especialmente na corrida, estou ansioso para começar. Vou pressionar 100%. ”

Quatro corridas, três pilotos, 100 pontos em disputa - tudo pode acontecer no Campeonato de 2017.

Treinos Sábado 14 outubro

Moto3QP – 01:00 – 01:40h        MotoGPFP3 – 01:55 – 02:40h

Moto2FP3 – 02:55 – 03:40h      Moto3QP – 04:35 – 05:15h

 MotoGPFP4– 05:30 – 06:00h    MotoGPQ1– 06:10 – 06:25h  

 MotoGPQ2– 06:35 – 06:50h

Treinos domingo– 15 outubro

Moto3WUP – 00:40 – 01:00h   Moto2WUP – 01:10 – 01:30h    
MotoGP
WUP – 1:40 – 02:00h

Corridas domingo– 15 outubro

Moto3 – 03:00h    Moto2 – 04:20h   MotoGP – 06:00h

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui