foto: ALPHA ONE MEDIA / CHRISTOPHER REEVES

Jack Miller (Ducati Lenovo Team) conquistou uma brilhante vitória no Motul Grand Prix do Japão, uma vez à frente nunca mais largou a liderança.  Brad Binder (Red Bull KTM Factory Racing), voltou para casa numa impressionante P2 após depois do ataque na última volta a Jorge Martin (Prima Pramac Racing).

Dos três primeiros, apenas Fabio Quartararo (Monster Energy Yamaha MotoGP™) pontuou oito pontos com a P8. Aleix Espargaró (Aprilia Racing) teve de trocar de máquina devido à eletrónica ter bloqueado no modo de economia de combustível, que fez logo quando passou pelas boxes  na  Sighting Lap, conseguindo apenas terminar na P16. Francesco Bagnaia (Ducati Lenovo Team ) cometeu um erro na última volta na batalha com Quartararo e Enea Bastianini (Gresini Racing MotoGP ™) – levando para casa zero pontos devido à queda.

O primeiro duelo surgiu na curva 1 quando viu Binder passar para a liderança, por ter optado pela linha de dentro,  Martin passou Marc Marquez (Repsol Honda Team) para o segundo lugar na curva 3. O ataque de Miller começou cedo,  quando passou para a P5 depois de passar Maverick Viñales (Aprilia Racing) na curva 5 e depois passou Miguel Oliveira (Red Bull KTM Factory Racing) e Marc Marquez de uma só vez na curva de 90 graus. Depois despachou Binder na mesma curva alcançou a liderança veio pouco depois ao ultrapassar Martin pouco depois. Uma vez na liderança, marcou o ritmo, não olhou para trás e apenas ampliou a diferença, cruzando a meta com três segundos e meio de vantagem.

No seu estilo clássico o sul-africano Binder,  reduzia a diferença para Martin à sua frente e nas últimas voltas rodava na sua traseira. Mas esperou, e o duelo Binder vs Martin foi decidido na última volta, quando o piloto da KTM escolheu seu momento e alcançou a P2.

O duelo Márquez x Oliveira x Luca Marini (Mooney VR46 Racing Team) foi igualmente decidido tarde, com Márquez a ultrapassar o piloto português na ultima volta da corrida, com a prioridade do piloto português a partir desse momento a defender-se de Marini. 

O quarto lugar de Márquez depois da pole é mais um passo na direção certa, com a P5 de Oliveira a colocar as duas KTMs no top cinco. Marini, por sua vez, continuou com a sua impressionante consistência e somando pontos em sexto.

Maverick Viñales (Aprilia Racing) ficou na P7 à frente de Quartararo, Bagnaia e Bastianini, que lutaram pela oitava posição. Bagnaia conquistou o nono lugar a Bastianini na curva 12/13 da volta 20, os três rodavam incrivelmente próximos uns dos outros, quando Pecco demasiado ambicioso, calculou mal a ultrapassagem, levando a frente da sua Ducati com Pecco a acumular mais um DNF, acompanhado de sarcásticos aplausos a si mesmo. Quartararo continuou a somar pontos,  mais oito pontos, no Japão.  Bastianini herdou a P9 e Marco Bezzecchi (Mooney VR46 Racing Team) completou o top 10.

Após o caos em Motegi, a liderança do Campeonato do Mundo de Quartararo aumentou para 18 sobre Bagnaia, enquanto Aleix Espargaró está mais sete atrás, mas ainda faltam quatro provas. O próximo já está no horizonte, com o Grande Prémio da OR Tailândia acenando e o paddock regressando já na próxima  sexta-feira ao Circuito Internacional de Chang!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui