Valentino Rossi mais conhecido no padock por  “GOAT ” – “Greatest Of All Time” , isto é, o maior de todos os tempos…. um titulo merecido além obviamente do ” The Doctor “, pois os seus 9 titulos de campeão do mundo, as 110 vitórias em Grandes Prémios,  as 92 voltas mais rápidas e os seue 203 pódios fazem justiça a mais esta alcunha deste embaixador do motociclismos com 36 anos.

A idade e a vontade de vencer não têm limites para Valentino Rossi que tem estado ao seu melhor nível na prova Holandesa,  Motul TT em Assen, oitava prova do Campeonato do Mundo de MotoGP™, e depois de ter rodado sempre nos três primeiros em todas as sessões de livres assinou a primeira pole position da época e logo com novo recorde do circuito de Assen.

Aliás, o italiano da Movistar Yamaha MotoGP respondeu da melhor forma a Dani Pedrosa depois deste ter estabelecido a melhor marca de sempre de uma moto na pista holandesa, logo na FP2, e bateu o registo por duas vezes: a primeira na FP3 e a segunda já na Q2 ao garantir a pole com uns impressionantes 1:32,627s.

Se até agora Rossi se queixava das suas fracas prestações nos livres e qualificações, mas mesmo assim nunca falhou um pódio este ano e esteve quase sempre na luta pelo triunfo, o que esperar do italiano neste sábado na Catedral? Serão seguramente muitos os que estão a apostar no terceiro triunfo do ano por parte do “The Doctor”, e não admira, pois esta temporada Rossi ainda não tinha conseguido melhor que o quarto lugar da grelha de partida (em Austin) e as duas vitórias que já conseguiu surgiram após ter partido do oitavo posto da grelha.expargaró1

Contudo, a brilhante prestação do transalpino não se traduziu no inicialmente esperado domínio da Yamaha em Assen,  pelo contrário, quase se pode considerar a excepção. Quem apostava na supremacia de Jorge Lorenzo pode ter colocado as fichas no cavalo errado, o espanhol tem uma tarefa complicada, não apenas para assinar a quinta vitória consecutiva, mas também se quiser dar continuidade à impressionante sequência de 103 voltas consecutivas na liderança de corridas da categoria rainha.

É que Lorenzo, que ocupa o segundo posto da classificação geral a apenas um ponto de Rossi, não foi além do oitavo tempo (+0,415s) no que se está a revelar, pelo menos até ao momento, como um fim‑de‑semana complicado.marquez1

Por oposição, Aleix Espargaró ( Team Suzuki Ecstar) surpreendeu ao colocar a GSX-RR na segunda posição da grelha. Não é que a sua presença na primeira linha seja a surpresa – o espanhol largou da pole há duas semanas e esta é a sua terceira presença no Top 3 da Qualificação – mas a prestação ao longo do fim‑de‑semana tem sido fraca, de tal forma que Espargaró teve mesmo de passar primeiro pela Q1. Contudo, o facto de poder desfrutar das pneus mais macios voltou a ser determinante para ocupar a 2ª posição da grelha.

Quem parece estar a renascer é o Campeão do Mundo Márquez ( Repsol Honda) parece ter encontrado a solução para os problemas de que se tem queixado ao optar pelo chassis do ano passado e tem estado sempre entre os da frente em Assen. E apesar da pista não ser tão favorável à Honda como é à Yamaha, a verdade é que o espanhol garantiu a terceira posição da grelha. Um resultado que pode ser determinante para as aspirações de revalidaçãopedrosa 1 do título após três corridas a zeros, duas delas nas últimas duas jornadas.

Também em franca melhoria parece estar Dani Pedrosa ( Repsol Honda). Após o pódio no GP da Catalunha,  há duas semanas,  tem estado em bom plano este fim‑de‑semana e chegou mesmo a liderar a FP2 com um tempo recorde. É certo que parece ter perdido um pouco de rendimento desde então, mas o quarto registo da grelha na sexta-feira, a 0,360s de Rossi, leva a crer que o que se passou desde a tarde de quinta-feira até à qualificação desta tarde foi um mero percalço.

Já Pol Espargaró (Monster Yamaha Tech3) volta a marcar presença nos cinco primeiros, levou de vencida a luta pela liderança entre os Satélite, com o britânico Cal Crutchlow ( CWM LCR Honda), a não ter ido além da liderança da terceira linha da grelha depois de ter terminado a 0,401s da frente.carl1

Entretanto, a Ducati parece estar a sentir dificuldades com o Circuito TT Assen. Andrea Iannone voltou a ser o melhor representante da marca, superando uma vez mais o colega de equipa Andrea Dovizioso, mas desta feita não conseguiu melhor que a sexta posição (+0,389s), isto enquanto Dovi se quedou pela 10ª posição, a 0,485s do compatriota Rossi.

Maverick Viñales voltou a fazer com que o Team Suzuki Ecstar contasse com duas motos nos dez primeiros ao assegurar o nono posto (+0,449s), à frente de Danilo Petrucci, que veio da Q1 com a montada da Octo Pramac Racing, e de Bradley Smith (Monster Yamaha Tech3).

Horários (GMT)

Treinos 5ªfeira – 25 junho

Moto3FP1 – 8:00 – 8:40h       Moto3FP2 – 12:10 – 12:50h

MotoGPFP1 – 8:55 – 9:40h    MotoGPFP2 – 13:05 – 13:50h

Moto2FP1 – 9:55 – 10:40h      Moto2FP2 – 14:05 – 14:50h

Treinos 6ªfeira– 26junho

Moto3FP3 – 8:00 – 8:40h              Moto3QP – 11:35 – 12:15h

MotoGPFP3– 9:55 – 9:40h       MotoGPFP4 – 12:30 – 13:00h

MotoGPQ1 – 13:10 – 13:25h       MotoGPQ2 – 13:35 – 13:50h

 Moto2FP310:55 – 10:40h      Moto2QP – 14:05 – 14:50h

Treinos sábado– 27  junho

Moto3WUP – 7:40 – 8:00h   Moto2WUP – 8:10 – 8:30h    MotoGPWUP – 8:40 – 9:00h

Corridas sábado– 27  junho

Moto3RAC – 10:00h

Moto2RAC – 11:20h

MotoGPRAC – 13:00h

 

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.