O Campeão do Mundo de MotoGP, Jorge Lorenzo, começou a defesa do título com uma vitória esmagadora sobre seus rivais na primeira corrida da época, o Grande Prêmio do Qatar. Lorenzo dominou desde o primeiro até os últimos metros da corrida, com uma superioridade surpreendente, quase seis segundos à frente do segundo.

jorge-lorenzo love is bike Mas no GP do Qatar, Lorenzo não foi o único vencedor, Valentino Rossi, que foi o segundo, e Marc Márquez, que terminou em terceiro, também foram vencedores. O italiano ,  finalmente voltou, para grande alegria dos seus fieis seguidores, a lutar pelos primeiros lugares,.

Mas tão ou mais mérito tem Marc Márquez  na sua primeira corrida de MotoGP obteve um lugar no pódio, pressionou o  seu companheiro de equipa na segunda parte da corrida,  e deu o golpe  no final.

Jorge Lorenzo fez uma corrida à parte, partiu da pole e toda a gente  sabia que tinha um grande ritmo de corrida, mas ninguém esperava que o campeão do mundo,  conseguisse  dominar tão facilmente.

Jorge arrancou para a corrida  com um pequeno cavalinho, com  Pedrosa  quase a par, mas a  Yamaha chegou primeiro à curva e atacou sem tréguas, começando  a puxar do seu martelo que ostenta na manete para  ganhar  décimo atrás de décimo em cada volta, fazendo uma corrida isolada, tipo Rainey, nada espectacular para os fãs, mas que interessa isso, quando  se termina a corrida com uma vantagem 5,9 segundos, chgou durante a corrida a atingir os 7 segundos, e levar os  25 pontos da vitória, mais saborosos ainda se nos lembrarmos que o seu principal rival Dani Pedrosa, pelo menos em teoria apena obteve 12 pontos. com  o quarto posto.

Mas, felizmente, a corrida, uma das mais vistas dos últimos anos, não se limitou a esta luta. A corrida de Valentino Rossi foi no mínimo memorável !!!!  O italiano era o alvo a abater, em especial pelos Ducatistas, acrescido do facto de na qualificação ter ficado em 7ºlugar e Dovizioso em 4 lugar a 0,009 seg. do terceiro, mas  à coisas que não se esquecem …J  por  isso, a luta entre Rossi e a Ducati é mais  um dos motivos de interesse desta época.  Tão  grande era a ansiedade  de Rossi que quase lhe arruinou a corrida. Logo na primeira volta, colou-se a Andrea Dovizioso, ultrapassou-o  e foi ultrapassado, quando o tentou ultrapassar novamente Valentino saiu de pista.e caiu novamente para o  sétimo lugar, atrás do alemão Stefan Bradl. perdendo muitas voltas e tempo até o conseguir ultrapassar na sétima volta  parecia inatingível o segundo grupo,que rodava  cerca de quatro segundos de avanço.  Mas Rossi cerrou  os dentes e na 10ª volta reduziu para  3,7  de Cruchtlow rodava 4ºlugar e fechava o grupo perseguidor de Lorenzo.  Na 11 ª volta a diferença  passou para  3.3, na 12ª volta para 2,7 e na 15ª volta para1,4.seg. Os fãs de Rossi voltavam a renascer das cinzas…..

A corrida estava definida com Lorenzo na frente com  mais de 5,5 segundos, e os dois pilotos Honda Pedrosa e Márquez. atrás . que aproveitava para estudar o colega de equipa. Era só uma questão de tempo e na volta 16 deu a estucada, e passou Pedrosa que se manteve colado a Márquez e fez algumas  tentativas tímidas de ultrapassagem porém infrutíferas.

Sem Título

O impensável aconteceu na 17ª volta, Rossi passou Crutchlow , que talvez pelo susto saiu em frente….,  e continuou o seu ritmo atrás dos rivais da Honda,  sem referências,  mas como que, possuído em conseguir um lugar no pódio.

Passou Pedrosa logo na primeira tentativa, à volta 18, e na volta 19 passou  Marc Márquez que deu luta e na volta seguinte,  conseguiu devolver-lhe  a ultrapassagem,  uma luta sem quartel em igualdade de condições, impressionante, memorável, emocionante !!!!!  mas Rossi, conseguiu colocar o Rookie no lugar e obteve um impensável à partida, 2º lugar na corrida, logo seguido do espetacular Marc Márquez que aproveitou para fazer história, ao ser o piloto mais novo, tem apenas 20 anos, a obter um pódio na primeira corrida de  MotoGP…. excelente !!!

Dani Pedrosa, nunca esteve à altura dos acontecimentos e não conseguiu afinar a mota para obter um bom ritmo, queixando-se sempre da falta de aderência devido às  condições da pista…  nos treinos, protagonizou um incidente com o seu companheiro de equipa, Marc Márquez, quando na Q2, , rodava para obter a pole e a 3 minutos do final, se apercebeu que Marc rodava na sua roda, resolveu tirar gás à saída de uma curva, abdicando de uma melhor qualificação na grelha de partida e quase provocava a queda de ambos… na corrida fez o inesperado, ficou em 4º lugar, fora do pódio e, batido pelo companheiro de equipa.

marc pedrosaNa grelha de partida saiu bem do 3º lugar mas não conseguiu chegar à frente na primeira curva, como era seu hábito, e começar a puxar logo no início da corrida, e fazer uma corrida isolada ou levar consigo eventualmente Lorenzo… não vamos crucificar mais Dani, vamos esperar que recupere a confiança, pois não lhe deve ter passado pela cabeça começar o mundial desta forma tão desastrosa.

Nas posições seguintes ficaram  Crutchlow, com grandes treinos, mas cujo potencial não não ficou demonstrado na corrida, Alvaro Bautista, foi sexto, o único piloto que usou pneu macio á frente e atrás… todos os outros usaram duro à frente e macio atrás, mas nunca esteve confortável durante a corrida, não o vimos solto, sendo Batista um dos pilotos que ganham forma com o decorrer da época. Ainda assim ficou à frente de Dovizioso, que começou bem, mas fez uma corrida da frente para trás e, acabou por terminar em sétimo, o melhor piloto Ducati, seguido de Hayden e Spies e  Iannone.

Na categoria CRT , mais uma vez, está a tornar-se um hábito , Aleix Espargaró da Art Aprilia Racing , foi  o mais rápido à frente do seu companheiro de equipa e principal rival  Randy de Puniet,  seguidos de Hector Barbera  13º e  Yonny Hernandez 14º da equipa  Aspar,

Jorge Lorenzo: “Estou muito feliz com essa vitória, eu sabia que tinha opções, mas era complicado, Dani era muito forte. É um grande resultado para a Yamaha. Estou feliz por Valentino. Certamente em Austin e em Jerez vai ser mais complicado. ”

Valentino Rossi: “Eu tive problemas no início, eu perdi muito tempo com Bradl Dovizioso e então, quando eu tinha uma faixa clara que pressionou e chegou a eles, eu me diverti na luta Marquez.”

Marc Márquez: “Eu estou muito, muito feliz. Comece com um pódio é difícil, é muito normal. Eu não tenho ido bem, eu ainda tenho um pouco de experiência nas saídas. A luta com Valentino foi muito bom, eu gostei mais. Valentino é um osso duro de roer, eu ganhei o jogo, mas eu vou foder seu nível “.

Desporto motorizado de duas rodas **Por Mário Andrade e António Vermelho **11/04/2013** mandrade@ipressglobal.com

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.