O bicampeão do Mundo Marc Marquez (Honda) venceu hoje, pelo sexto ano consecutivo, o Grande Prémio das Américas, terceira prova do Mundial de velocidade de MotoGP, disputada em Austin, nos Estados Unidos.

Após partir da quarta posição da grelha, devido a uma penalização de três lugares, resultante de um incidente na qualificação com o seu compatriota Maverick Vinales (Yamaha), Marc Marquez cedo demonstrou intenção de assumir a liderança.

Com uma partida rápida, o espanhol levou a sua Honda ao segundo lugar, atrás da Yamaha do italiano Andrea Iannone, e passou para a liderança da prova ainda antes da conclusão da primeira volta.

Andrea Iannone procurou reagir ao ataque de Marc Marquez, mas sem efeito, pois o espanhol não mais perderia o controlo da prova, que terminou à frente do seu compatriota Maverick Vinales, que tinha herdado a ‘pole-position’.

 Marc Marquez (Repsol Honda Team)P1:”Lutei para ganhar pela sexta vez, este ano tinha uma motivação extra, queria ganhar isolado, por isso fizemos uma planificação diferente. Não foi possível ganhar isolado porque a corrida é muito comprida e não o conseguimos, mas o importante foram os 25 pontos. Voltamos à Europa, com o especial circuito de Jerez, onde queremos manter o mesmo nível”.

Maverick Viñales (Movistar Yamaha MotoGP)P2: “Sim, estamos aproximando-nos da frente. Honestamente, aproveitei o fim de semana, mesmo ainda  sentimos que não estamos ao nosso máximo, sentimos-nos bastante fortes, sabemos que melhoramos as coisas boas da Argentina e ainda vamos melhorar mais. Começamos a perceber como ir rápido na Yamaha 2018, hoje estou realmente feliz”

Andrea Iannone Team (SUZUKI ECSTAR)P3:”Consegui o 1ª pódio pela Suzuki. Foi um momento especial para nós, sempre acreditei em mim e na Suzuki, e na mudança. Penso que foi o 1º pódio de muitos que hão-de aparecer. A luta com o Marc foi de doidos, mas ele é especial neste circuito, depois veio o Viñales , tínhamos o mesmo ritmo, mas decidi manter o pódio. A Suzuki conseguiu 2 podios em 3 corridas, esperamos continuar assim…”.

Concluída a terceira prova do Mundial de MotoGP, o italiano Andrea Dovizioso (Ducati), lidera com 46 pontos, seguido de Marc Marquez (Honda), com 45, e Maverick Vinales (Yamaha), com 41.

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.