foto: ALPHA ONE MEDIA / CHRISTOPHER REEVE

O último fim-de-semana de corridas da temporada terá lugar no sensacional Autódromo Internacional do Algarve (AIA) em Portimão.

A FIM, IRTA e Dorna Sports anunciaram o décimo quinto Grande Prémio do Campeonato do Mundo de MotoGP ™ 2020 da FIM, no Autódromo Internacional do Algarve a decorrer de 20 a 22 de novembro  a coincidir  com   o final da temporada.

Pista de reserva do MotoGP ™ desde 2017, o circuito vai agora fazer a sua estreia no calendário.  O Autódromo Internacional do Algarve é verdadeiramente único, com um traçado cheio de subidas e descidas que lhe valem a reputação de montanha-russa de alta velocidade. Sem duvida uma pista  emocionante para os fãs e pilotos.

A pista vai dar as boas-vindas ao MotoGP ™ de regresso a Portugal pela primeira vez desde 2012, com o aliciante de ver o piloto português Miguel Oliveira (Red Bull KTM Tech 3) correr em casa na classe rainha pela primeira vez.

Jorge Viegas (Presidente da FIM): “Estou muito orgulhoso c

om o MotoGP regressar ao meu país oito anos após o último Grande Prémio, que teve lugar no Circuito do Estoril em Maio de 2012. Gostaria de agradecer calorosamente à Dorna, ao Autódromo Internacional do Algarve e à Federação Portuguesa de Motociclismo por ter conseguido reunir as condições necessárias para a organização da última prova do Campeonato do Mundo FIM em Portugal. ”

 

Paulo Pinheiro (O CEO do Autodromo Internacional do Algarve): “É uma grande conquista para a nossa equipa termos trazido finalmente o MotoGP para a nossa pista! O MotoGP é o máximo do desporto motorizado em duas rodas e estamos muito entusiasmados por o ter.
“Tem sido um longo processo de negociações com a Dorna, temos um acordo em vigor desde 2017 e, finalmente, todo este  árduo trabalho valeu a pena. Para além disto, com o Miguel Oliveira na grelha de MotoGP, em condições de poder lutar pelo pódio será um extra fantástico para esta corrida e espero que o Campeonato seja aqui decidido.
“Estamos a trabalhar para ter os fãs na corrida e vamos começar com uma capacidade de 30.000 fãs para o fim-de-semana de corrida e depois vamos decidir com a Dorna e as autoridades sanitárias as próximas etapas. “Não conseguimos expressar o quanto estamos felizes por termos esta corrida.

Carmelo Ezpeleta ( CEO da Dorna Sports): “É uma grande notícia para nós, assinámos um acordo em 2017 com Portimão para ser o circuito de reserva para qualquer tipo de cancelamento e temos estado em contacto com eles desde sempre. Já estivemos em Portimão com as Superbike e pensamos que é uma possibilidade fantástica para nós, também no acordo a pista será depois da corrida de Superbike. Quando anunciamos aos pilotos eles ficaram entusiasmados viram a pista na TV, mas nunca cá estivemos.
“Portugal tem uma longa história no nosso desporto e houve algumas lutas históricas no Estoril. É algo muito bom para nós termos a possibilidade de regressar a Portugal, especialmente com a participação de Miguel Oliveira, pois é muito bom ter um piloto português capaz de competir no seu próprio país. Estamos extremamente felizes por corrermos em Portimão no final do ano ”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui