Valentino Rossi conquistou a sua 107ª vitória e regressou ao lugar mais alto do pódio pela primeira vez desde Assen 2013, reclamando o primeiro triunfo do ano para a  Yamaha. O herói da casa fez uma partida excelente desde o terceiro posto, passando o colega de equipa Jorge Lorenzo (Movistar Yamaha MotoGP) rapidamente, para delírio dos fãs da casa.
A vitória fez com que Rossi se tornasse no primeiro piloto na história a somar mais de 5.000 pontos (5.012) em todas as categorias dos Grandes Prémios, com 4.070 a terem sido somados na categoria rainha. A caminha para este impressionante recorde foi feita com 192 pódios, 156 deles no MotoGP™. Além disso, foi também a primeira vitória de Rossi em casa desde Misano 2009.
 4
 O nove vezes Campeão do Mundo Valentino Rossi (Movistar Yamaha MotoGP) assumiu a liderança nas primeiras voltas da corrida depois de passar o homem da pole, Lorenzo, e de impor a sua autoridade numa luta inicial com Márquez. À décima volta Márquez foi ao chão na curva Rio, quando rodava em segundo, e apesar de ter conseguido voltar à corrida, não logrou mais que um ponto.marc queda
Marc Márquez (Repsol Honda MotoGP) lutou com o nove vezes Campeão do Mundo, mas perdeu a frente da RC213V na curva Rio, o que permitiu a Rossi fugir com o triunfo. O italiano terminou com 1,578s de vantagem sobre Lorenzo.
Rossi manteve ritmo forte na frente para acabar por termina com 1,578s de vantagem e atingir o marco de 5.000 pontos conquistados em Grandes Prémios. O resultado deste domingo representa também a 107ª vitória de Rossi.
Lorenzo rodou com grande determinação para conquistar mais um pódio com o segundo posto pela quarta vez consecutiva.
Vindo de quinto da grelha, Pedrosa (Repsol Honda Team) garantiu o nono pódio da época com o terceiro lugar e com 1,234s de vantagem sobre o quarto classificado Andrea Dovizioso (Ducati Team).
Foi mais uma boa prestação de Dovizioso perante o seu público, cruzando a meta com a Ducati a 5,5s do vencedor Rossi. Da mesma forma, Andrea Iannone (Pramac Racing) impressionou com o quinto lugar.rossi corrida
O estreante Pol Espargaró (Monster Yamaha Tech3) rodou bem para garantir o sexto lugar, 4,1s à frente do colega de equipa Bradley Smith.
Álvaro Bautista (GO&FUN Honda Gresini), Cal Crutchlow (Ducati Team) e Yonny Hernández (Energy T.I. Pramac Racing) completaram a lista dos dez primeiros.
Mike Di Meglio (Avintia Racing) sofreu queda ainda no início da corrida, tal como Danilo Petrucci (Octo IodaRacing Team). Di Meglio fracturou os 4º e 5º metacarpos da mão esquerda e vai ter de ser operado. Stefan Bradl (LCR Honda MotoGP) também foi ao chão, enquanto Alexi Espargaró (NGM Forward Racing) caiu na última volta. Excepção feita a Di Meglio, nenhum piloto se lesionou.
COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.