Entre os dias 4 e 10 de agosto, a Barragem da Póvoa e Meada é palco da 19ª edição do Andanças, que promove o intercâmbio entre gerações através da música e da dança popular.

Há quase duas décadas que o Andanças, Festival Internacional de Danças Populares, é organizado pela PédeXumbo, uma associação portuguesa que trabalha na promoção da música e da dança tradicional, desde 1998. Nos últimos anos esta associação conta com o apoio do Município de Castelo de Vide na realização das mais recentes edições deste festival.

O Andanças tem como tema para este ano “as raízes”, um assunto que revela a sua crença de que a música e a dança conferem a um país a sua identificação cultural e realça o seu novo objetivo para este ano, o de promover a cultura local, ou seja, as danças tradicionais do Alto Alentejo.

Empenhados em reunir pessoas de todo o mundo, a organização do certame conta com cerca de 750 artistas em representação de mais de vinte países, proporcionado um encontro cultural e trocas de saberes.

Este ano a grande novidade é o facto do festival deixar o recinto em que se realiza para se deslocar a aldeia mais próxima, Póvoa e Meadas, para realizar bailes, concertos, oficinas de danças e contos, e muitas outras iniciativas.

Sustentada em 4 pilares: a dança/música, o voluntariado, a comunidade e o ambiente/sustentabilidade, nesta 19ª edição os visitantes poderão aprender e assistir a danças portuguesas, africanas, americanas e a diversas danças europeias, das quais se destacam as ciganas, húngaras, bálticas, belgas, italianas, catalãs, entre outras.

Este ano são esperados mais de 30 mil visitantes, apresentando-se como uma excelente alternativa aos festivais de verão.

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.