O arquiteto brasileiro Oscar Niemeyer, que faleceu na passada quarta-feira à noite, aos 104 anos, foi enterrado no final da tarde de hoje, após a realização de um culto ecumênico.O enterro foi realizado ao som das músicas “Cidade Maravilhosa”, considerada o hino do Rio de Janeiro, e “Carinhoso”, de Pixinguinha, um dos maiores compositores da música brasileira.

A execução das canções ficou a cargo dos músicos do grupo carnavalesco “Banda de Ipanema”, do qual o arquiteto era patrono desde o carnaval de 2010.

Naquele ano, a “Banda de Ipaenama” adotou como “enredo” para o desfile de carnaval um samba composto por Niemeyer, em parceria com seu enfermeiro, durante um dos seus internamentos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui