O rio Yellowstone, que abastece de água o parque nacional com o mesmo nome, foi fechado pelas autoridades depois de ter sido afetado pela presença de um parasita mortal que mata os peixes.

BBC relata que biólogos descobriram que os peixes estão a morrer em massa numa parte do rio, devido a um parasita desconhecido que está a afetar as suas profundezas.

No total, os biólogos conseguiram retirar cerca de dois mil peixes mortos, mas estimam que mais de 20 mil estejam a apodrecer nas águas do rio neste momento.

A morte em massa dos peixes levou as autoridades do Montana Fish, Wildlife and Parks (FWP) a fecharem 294 quilómetros do rio – não incluindo, no entanto, o território do Parque Nacional de Yellowstone -, para que turistas e pescadores não tenham a possibilidade de chegar ao rio.

Ver imagem no TwitterVer imagem no Twitter

Yellowstone River closed to ALL recreation in response to ongoing fish kill: http://bit.ly/2bsZ0Co 

Os biólogos acreditam que o problema tornou-se pior devido à temperatura da água, mais morna, e pelos níveis baixos do caudal do rio.

Apesar de o “parasita microscópico” não ter sido identificado no comunicado das autoridades, a imprensa norte-americana afirma tratar-se do myxozoa Tetracapsuloides bryosalmonae, parente das águas-vivas, de acordo com a revista The Atlantic.

O rio Yellowstone, de 1,1 mil quilómetros de comprimento, é a artéria principal que atravessa o território dos estados de Montana e Wyoming, desaguando no rio Missouri. O Yellowstone alimenta o território da maior parte das Montanhas Rochosas no noroeste dos EUA, incluindo o Parque Nacional de Yellowstone, com os seus ecossistemas surpreendentes nos seus lagos e géiseres em ebulição.

Segundo os ecologistas, este problema ainda não atingiu o Parque Nacional de Yellowstone e os seus ecossistemas, mas os cientistas estão a acompanhar atentamente o estado da flora e fauna e as atividades dos pescadores na região.

Os ecologistas estão a testar a água e peixes dos afluentes do Yellowstone e do Missouri para determinar as fronteiras do território contagiado, mas até agora ainda não é claro se o parasita já conseguiu passar para o rio Missouri.

O governador Steve Bullock refere, citado pela Reuters, que o encerramento do rio no período pesqueiro, que pode levar várias semanas ou até meses, vai causar danos significativos para a economia da região, que tem na pesca e em outros formas de turismo fluvial as suas principais fontes de rendimento para os habitantes de Montana.

SN

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.