A partir de Março entram em funcionamento os novos parcómetros, um moderno equipamento que controlará o pagamento do estacionamento de forma automática.

Os parcómetros inteligentes estão a ser instalados na cidade do Porto pelo consórcio EPorto (Empark, Resopre e Dornier), empresa a quem foi adjudicado o estacionamento pago da invicta. A adjudicação por 12 anos foi cedida a Empark há já vários meses, sendo que na altura esta se comprometeu a pagar à Câmara Municipal oito milhões de euros, até ao final do primeiro mês da concessão, e a entregar-lhe 54,15% da “receita bruta e efectiva” do vencimento adquirido com este acordo.

Na altura da aprovação da concessão, Rui Moreira defendeu esta escolha devido ao “grau de incumprimento” nos parquímetros ser de 85% e por o município não ter “recursos técnicos ou económicos” para gerir o sistema.

Estes novos instrumentos permitirão um maior controlo do estacionamento, sendo que nenhum condutor ficará livre do pagamento de multa, caso não pague pelo serviço, pois serão obrigados a introduzir a matrícula do carro no parcómetro. Estes novos parcómetros vão igualmente permitir o pagamento através de telemóvel.

Deste modo estes novos equipamentos cumprirão o objetivo a que se propõe a Empark de “garantir um elevado nível de operacionalidade e implementar soluções”.

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.