As renovadas piscinas de Campanhã foram inauguradas na passada sexta-feira, com a presença dos presidentes da Câmara Municipal do Porto e do FC Porto. As excelentes condições do equipamento são indiscutíveis e espera-se que sejam palco de muitas “vitórias desportivas”.

As tão desejadas obras de reabilitação das Piscinas Municipais de Campanhã, resultaram da parceria estabelecida entre a autarquia e o FC Porto, uma mais-valia para a qualidade do equipamento, para o desenvolvimento das modalidades de desporto que podem ali ser praticadas e para a população em geral.

Inauguração Piscina Campanha-6554
O FC Porto fica com a gestão das instalações ao longo dos próximos 25 anos

O equipamento remodelado inclui a única piscina olímpica (50 metros) da cidade com homologações para natação pura e sincronizada, para o pólo aquático, assim como, espaços estruturados para atletas de desporto adaptado e um ginásio dedicado ao pugilismo que terá o nome “Reinaldo Teles”.

As condições agora conseguidas fazem esquecer os anos menos felizes destas piscinas, que inauguradas pela primeira vez em 1984 foram perdendo a qualidade inicial, ao ponto de em 2011 a autarquia dar indicação da perda de rentabilidade das mesmas, que registavam à data um défice de exploração que rondava os 239 mil euros. Já nessa altura a câmara afirmava que seria necessário um investimento de 1,7milhoes para adaptar as piscinas às normas em vigor. A necessidade de remodelação manteve-se durante demasiado tempo, sendo que se chegou a colocar a hipótese de desativar as piscinas transferindo a atividade para o Complexo de Piscinas do Fluvial.

As obras de reabilitação resultaram de um investimento de 2,3 milhões de euros, dos quais 70% foram atribuídos por fundos europeus através de uma candidatura elaborada pelo FCP.

Só agora, e restabelecidas as ligações cordiais entre a Câmara do Porto e o FCP, foi possível a realização de uma parceria que resultou na reabilitação, em tempo recorde (apenas 6meses), do equipamento. O acordo fez nascer a elaboração do projeto de requalificação de responsabilidade da Câmara e a sua execução pelo clube de futebol em questão.

A inauguração no passado dia 27 de novembro, marcou um recomeço, sendo que para o presidente dos Dragões, Jorge Nuno Pinto da Costa, “este é um exemplo de que a Câmara do Porto deve estar sempre, como está, ao lado das instituições que prestigiam a cidade, da maior às mais pequenas”.

Também o presidente da autarquia, Rui Moreira, valorizou na sua intervenção a relação entre a cidade e as instituições locais, relembrando que o Porto “é uma cidade competitiva que sabe fabricar campeões”.

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.