Foto: José Sena Goulão / Lusa  //

A Polícia Judiciária está a investigar suspeitas de pagamentos a jogadores do Rio Ave para perderem um jogo contra o Benfica (0-1), na época 2015/2016, quando os encarnados estavam à frente do Sporting por dois pontos.

 Segundo o Correio da Manhã, a investigação da PJ do Porto aponta para pagamentos a pelo menos quatro atletas do Rio Ave, para que estes perdessem o jogo, que terão sido abordados por empresários que estarão ligados ao Benfica.

O encontro, realizado a 23 de abril de 2016, terminou com a vitória do Benfica por 0-1, um jogo decisivo para os encarnados que, na altura, tinham dois pontos de vantagem do rival mais direto, o Sporting.

O CM explica que o processo começou no Porto, na sequência de um outro caso no qual quatro jogadores da equipa vila-condense já foram constituídos arguidos, por suspeita de viciação de resultados para favorecer apostadores desportivos, e deverá agora transitar para Lisboa.

O magistrado do Ministério Público de Santa Maria da Feira entendeu que a investigação deve continuar noutro processo, no qual já se investigavam suspeitas de corrupção que envolve o clube da Luz e, aliás, onde já se faz referência a estes mesmos empresários. No entanto, avança o jornal, ainda nenhum foi constituído arguido.

Esta quinta-feira, a SIC avançou que o guarda-redes Cássio e os defesas RoderickMarcelo e Nadjack serão os futebolistas constituídos arguidos no âmbito da investigação sobre eventual viciação do resultado no Feirense-Rio Ave.

Na altura, esta partida levantou suspeitas que motivaram a suspensão das apostas no jogo Placard, e o Departamento de Jogos da Santa Casa da Misericórdia justificou a decisão devido ao “volume atípico de apostas registado e ao risco financeiro envolvido”.

Benfica nega manipulação e anuncia ação judicial

Já este sábado, o Benfica negou qualquer manipulação de resultados e anunciou que irá acionar judicialmente os “responsáveis pela calúnia”.

“O Sport Lisboa e Benfica desconhece totalmente a existência deste processo“, refere o clube encarnado em comunicado, no qual “nega qualquer envolvimento do clube nesta situação” e garante que “todos os responsáveis pela promoção e divulgação desta calúnia serão responsabilizados criminalmente“.

Para o emblema lisboeta, “esta notícia insere-se numa vasta campanha que foi montada de forma a levantar suspeitas, denegrir a imagem do Sport Lisboa e Benfica e o mérito das suas vitórias desportivas, de uma forma até um pouco tosca”.

“Os próprios factos e envolvidos são criados mesmo que nem estivessem a jogar nos clubes adversários e essas histórias antecipadas nas redes sociais associadas a clubes rivais, provando a origem destas denúncias anónimas”, realça o comunicado.

O Benfica refere que “basta uma investigação mais cuidada para se provar a falsidade desta denúncia”, dada a ausência de dois dos quatro jogadores evocados “e os outros dois foram curiosamente apontados pela generalidade da crítica como dos melhores em campo por parte do Rio Ave”.

“O Sport Lisboa e Benfica espera que as autoridades e a justiça desenvolvam o seu trabalho para o rápido e cabal esclarecimento de mais esta manipulação“, acrescenta o comunicado encarnado.

“Podem estar certos que, uma a uma, todas estas situações terão uma forte resposta por parte do Sport Lisboa e Benfica, que irá até às últimas consequências para desmontar toda esta campanha de cabalas e responsabilizar os seus autores”, remata o clube.

ZAP // Lusa

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.