FOTO: CM //

De acordo com notícia do Correio da Manhã (CM), A PSP não quer que os militares das Forças Armadas em apoio à Proteção Civil, no combate à pandemia de Covid-19, andem armados. E promete “identificar o comandante da Força e determinar aos militares armados para se retirarem do local”, de acordo com uma ordem, também referida pelo CM.

A decisão, transmitida ontem aos comandos de todo o País, foi tomada após, sábado à noite, elementos armados da Polícia do Exército terem montado um perímetro de segurança ao lar de Vila Real que estava a ser descontaminado por uma equipa daquele ramo.

CM apurou também que a equipa armada faz parte do protocolo das equipas de descontaminação, por transportarem material químico muito perigoso. Terá sido apenas essa a razão de estarem armados, uma vez que as Forças Armadas têm andado sem armas por todo o País a montar tendas e fornecer apoio humanitário. A PSP de Vila Real terá abordado os militares da Polícia do Exército.

A Polícia entende que os militares não estão ainda a atuar no quadro da Segurança Interna. Contactado pelo CM, o Estado-Maior-General das Forças Armadas não quis comentar.

iPressGlobal // CM

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui