Portugal prepara-se para acolher cerca de 3 milhares de refugiados. O plano de preparação do país para o efeito, começa já a ser elabora na próxima segunda feira, com a reunião do grupo de coordenação organizado com esse objetivo.

Portugal está preparado para receber no seu território cerca de 3000 refugiados, um número consideravelmente superior ao divulgado anteriormente. Segundo Rui Machete, o governo não tinha referido um número concreto de refugiados a receber, afirmando ainda que “estamos dispostos, dentro das nossas possibilidades, a aumentar esse número, porque o problema humano o exige. Portanto, não vamos limitar-nos a esse número, vamos aceitar um número dentro daquilo que seja a equidade de uma repartição razoável, mas temos que fazer um esforço de generosidade e fá-lo-emos certamente. Aliás, é esse o sentimento do povo português”.
Neste momento, no sentido de preparar a chegada dos refugiados, foi constituída uma comissão formada por representantes da Direcção-Geral dos Assuntos Europeus, do Instituto de Emprego e Formação Profissional, do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras, da Direcção-Geral de Saúde, do Alto Comissariado para as Migrações e da Direcção-Geral da Educação. Só após esta comissão concluir alguns dos trabalhos no âmbito da elaboração de plano de resposta à ajuda humanitária, é que se poderá efetuar um cálculo orçamental e um levantamento de meios da estratégia nacional para a ajuda aos refugiados.

Ainda sem resposta concreta está também a pergunta sobre a data de chegada destes ao nosso país, uma vez que segundo o ministério de Rui Machete esta só será acordada quando se efetuar “a recolocação dos requerentes de proteção internacional que se encontram em Itália e na Grécia”. As pessoas que aguardam por um país que lhes abra as portas “serão acolhidas durante um período que se poderá prolongar por dois anos”.

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.