Em Portugal, estima-se que uma pessoa morra diariamente devido a acidente de trabalho ou doença profissional, além de o mundo laboral provocar ainda incapacidades temporárias ou permanentes, revelou hoje a Autoridade para as Condições do Trabalho (ACT).

“Calcula-se que morra uma pessoa por dia de acidente ou doença profissional”, verificando-se ainda a ocorrência de “incapacidades temporárias ou permanentes, com pesados custos económicos e sociais para as pessoas e a sociedade em geral”, divulgou a ACT.

A nível mundial, acrescentou a autoridade, as estimativas da Organização Internacional do Trabalho (OIT) apontam para “mais de dois milhões de mortes relacionadas com o trabalho”.

E, sublinhou a ACT, as doenças profissionais “continuam a ser, a nível mundial, a causa principal das mortes relacionadas com o trabalho”.

A prevenção das doenças profissionais é, precisamente, o tema deste ano do Dia Mundial das Vítimas do Trabalho, que se assinala a 28 de abril.

A efeméride é comemorada também em Portugal, que instituiu paralelamente, na mesma data e a partir de 2001, o Dia Nacional de Prevenção e Segurança no Trabalho, cujas comemorações arrancam em Évora, na próxima quarta-feira.

“É uma forma de homenagear as vítimas de acidentes de trabalho e de doenças profissionais”, realçou hoje à agência Lusa Ana Isabel Machado, diretora do Centro Local do Alentejo Central da ACT.

Segundo a responsável, a importância de alertar para a prevenção das doenças profissionais está plasmada nos dados disponíveis do Departamento de Proteção Contra Riscos Profissionais.

“No conjunto de quatro anos, de 2005 a 2008, tivemos cerca de 14 mil casos de doenças profissionais certificadas, com relevância para as provocadas por agentes físicos e as do aparelho respiratório”, disse.

Daí que, nas comemorações nacionais cujo “pontapé de saída” é dado em Évora, as ações de sensibilização ocupem lugar de destaque, ao longo de todo o mês.

Antes da sessão de lançamento das comemorações, agendada para as 14:00, no auditório da Universidade de Évora, o Centro Local do Alentejo Central da ACT promove, durante a manhã, uma sensibilização na Escola EBI/JI da Malagueira, na cidade alentejana.

“É uma ação junto de uma turma do 9.º ano, para informar, sensibilizar e envolver os jovens e os docentes na temática da segurança e saúde no trabalho”, explicou Ana Isabel Machado.

Até final do mês, pelo país, a ACT vai promover este tipo de iniciativas e outras atividades dedicadas à prevenção das doenças profissionais, junto de escolas, empresas, parceiros sociais e autarquias.

Também na quarta-feira, é inaugurada no Museu de Évora uma exposição de fotografia sobre esta temática, da Agência Europeia para a Segurança e Saúde no Trabalho, que vai ficar patente até 29 de abril.

O lançamento das comemorações na cidade alentejana deverá contar com as presenças do secretário de Estado do Emprego, Pedro Roque, e do Inspetor-Geral da ACT, Pedro Pimenta Braz.

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.