As rolhas de cortiça portuguesas são consideradas as melhores do mundo, elas estão presentes nas garrafas dos melhores vinhos, mas no país dos “Reis da Cortiça”, as rolhas também servem para serem usadas em projectos inovadores, neste caso na construção de uma prancha de surf.

Os Alunos do Curso Profissional de Técnico de Apoio à Gestão Desportiva da Escola Secundária José Belchior Viegas, fabricaram uma prancha de surf à “Portuguesa”, feita em cortiça que foi desenvolvida no âmbito do projecto “O Surf na Serra do Caldeirão”, tendo sido necessárias cerca de 2500 rolhas de cortiça recicladas para se fazerem duas pranchas de surf.

Este tipo de produto, para além de ser elaborado através de reutilização de rolhas de cortiça, um material ecológico e limpo, permite uma melhoria nos resultados em termos de flutuação, diminuição dos custos de produção, e nomeadamente a implementação de uma nova industria ecológica.

Este projecto mereceu a conquista do prémio vencedor atribuído pela Green Projects Awords, uma entidade de cariz internacional com edições em países como Portugal, Brasil e Cabo Verde e que aposta no desenvolvimento sustentável.

O prémio foi entregue na cerimónia celebrada na passado dia 21 de Janeiro na Cultergest em Lisboa sendo esta a 7ªedição GPA efectuada em Portugal.

Já em 2013, Garrett McNamara iniciou um projecto, actualmente já finalizado, focado na produção de uma prancha de surf toda ela feita em cortiça portuguesa, de modos a obter um produto ecológico, sustentável e duradouro.

Texto: Nuno Ricardo Pinto
COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.