Na passada quinta-feira, dia 7 de maio, o Governo anunciou a inclusão da vacina Prevenar 13, no Programa Nacional de Vacinação (PNV). A vacina que previne doenças como a meningite e a pneumonia, vai ser gratuita para as crianças nascidas a partir de 1 de janeiro.

Disponível desde 2001, esta vacina é administrada em três doses e tem um custo de cerca de 180 euros, um valor que tem vindo a ser suportada pelos pais. Pelo valor do investimento e a sua importância na prevenção de doenças como a meningite a pneumonia, a otite e a septicemias entre outras, há muito que se falava da necessidade de integrar esta vacina no PNV. Esta inclusão só ganhou lugar após diversas negociações com a indústria farmacêutica e vai custar ao Estado 2,5 milhões de euros, só em 2015.

Para além das crianças nascidas a partir de 1 de janeiro, ela será igualmente gratuita para portadores do vírus VIH, assim como, pessoas adultas com doenças crónicas consideradas de alto risco ou com doenças pulmonares obstrutivas. Para os restantes utentes, que nasceram antes da data referida o estado compromete-se a comparticipar 15% do custo da vacina.

Para José Saraiva, presidente da Comissão Nacional da Saúde Materna, da Criança e do Adolescente, esta é uma medida que refletirá vantagens, a curto e a longo prazo, sendo a imunidade do grupo que protege também crianças de outras idades e adultos, o seu maior benefício.

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.