Os reembolsos de IRS a alguns contribuintes foram atrasados devido a um problema informático nas transferências bancárias para pagamento. A situação já foi resolvida, garante o ministério das Finanças.

Uma fonte do ministério revelou ao Diário Económico que, “no passado dia 30 de Junho, houve umproblema informático no envio” da ordem de transferência bancária para pagamento de reembolsos para a Agência de Gestão da Tesouraria do Crédito Público (IGCP) e que foi “automaticamente activado o procedimento de contingência: emissão de cheques”.

No entanto, “para evitar aos cidadãos em causa a demora e o incómodo associados a receberem os reembolsos por cheque (ao invés da transferência bancária), foi cancelado o procedimento de emissão de cheques e repetida a ordem de transferência bancária”, salienta a mesma fonte ao Económico.

As ordens de transferência relativas ao tal dia 30 de Junho já foram novamente processadas e “não houve qualquer problema com as transferências ordenadas desde o referido dia”, sublinha a fonte do ministério ao mesmo jornal, garantindo que o problema foi resolvido.

O governo já tinha assumido atrasos no reembolso do IRS, culpando as novas regras, mais complexas, por essa circunstância.

ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.