O modelo de avião de longo curso mais recente da Boeing, o ‘Dreamliner’, foi afetado por mais dois incidentes na segunda e terça-feira que questionam a sua reputação, já prejudicada por problemas técnicos e atrasos, noticia a AFP.

Na segunda-feira, um Boeing 787, que tinha aterrado em Boston, no leste dos EUA, proveniente do Japão, registou um início de incêndio, com fumo detetado a bordo do aparelho da Japan Airlines (JAL), do qual os passageiros já tinham desembarcado.

Em comunicado, o construtor aeronáutico norte-americano explica que o incidente ocorreu “durante a limpeza do avião” e foi atribuído a “uma bateria utilizada para iniciar o turbo-gerador auxiliar”, destinado ao fornecimento de energia elétrica a bordo.

“Estamos a trabalhar estreitamente com a agência americana de segurança nos transportes [NTSB, na sigla em inglês], os nossos clientes e outras agências governamentais”, para estudar o problema, comentou a Boeing.

NOTICIA AGÊNCIA LUSA
COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui