O austríaco David Lama acredita ter encontrado um paraíso perdido nos arredores de Beirute. No desfiladeiro de Baatara empenhou-se na conquista da gruta das três pontes e o resultado foi o projeto Avaatara – numa clara alusão às imagens mágicas do filme Avatar. Deste modo fez-se história e o Líbano passou a integrar o mapa-mundo dos locais mais emblemáticos para escalar.

 

Foi uma fotografia tirada na parte de trás de uma cascata mostrando o desfiladeiro com os seus bizarros arcos e as suas saliências que inspirou o austríaco David Lama a voltar às suas origens. Este especialista de escalada de 25 anos decidiu conquistar o desfiladeiro de Baatara, mais concretamente a “gruta das três pontes”, uma formação calcária do Jurássico, situada a 75 quilómetros de Beirute, no Líbano.

Quando lá chegou a realidade superou todas as expectativas, ”A primeira vez que lá entrei dei por mim a pensar que aquele sítio não podia ser real. A caverna é um lugar mágico com cascatas de 100 metros de altura, árvores, arcos naturais, rocha azul e laranja e um contraste perfeito, simplesmente lindo! Esta combinação, juntamente com as plantas exóticas, lembrou-me, de imediato, a paisagem surreal do filme Avatar. Não é comum existir um local tão espectacular e nunca ninguém o ter escalado antes”, acrescenta David Lama.

CR_Avataara Libano_1Nesta aventura Lama contou com a ajuda do escalador local Jad Khoury, “Quando pensas no Líbano não pensas em escalada, natureza ou atividades – apenas ouves falar na Guerra! Escalar no Líbano é uma atividade muito recente, mas está no caminho certo. Há imenso potencial”.

A descoberta de uma via de escalada revelou-se complicada, sobretudo devido à pouca consistência das paredes. Lama entendeu nesta fase a razão de ninguém, até à data, ter tido sucesso neste cenário. Com um enorme esforço e muita determinação foi possível atingir o teto, “Desta vez senti que o nosso desporto é também uma forma de arte, pois o fator criatividade foi essencial para conseguir criar avia. Agora o trabalho está feito e a porta aberta para outros aventureiros!”.

O nome do projeto “Avaatara” surgiu assim da mistura de Avatar com Baatara. Esta passou a ser a rota de escalada com maior grau de dificuldade do Líbano e, segundo Lama, uma das escaladas mais difíceis que alguma vez enfrentou. Khoury que testemunhou todo o processo acrescenta: “É a primeira vez que vejo uma rota tão íngreme. Obviamente é emocionante fazer parte da história.”

A próxima aventura de David Lama vai levá-lo ao Nepal, país de origem do seu pai, a um pico secreto ainda por explorar.

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.