A capital francesa Paris, a cidade emblemática que mais vezes viu partir os participantes da prova mais dura do mundo,  junto aos emblemáticos , Champs Elysées e ao Arco do Triunfo, foi o palco da apresentação oficial do Rally Dakar 2014 que se irá disputar entre os dias 5 e 18 de Janeiro.

Étienne Lavigne, diretor da prova e David Castera , diretor desportivo divulgaram alguns dos até agora desconhecidos detalhes da corrida que parte  de Rosário , Argentina, no dia 5 Janeiro de 2014 com um percurso de mais de 8.700 Km , dos quais 5.228 serão especiais  em contra relógio, passando  pela primeira vez pelo território inexplorado da Bolívia, o dia de descanso será a 11 de Janeiro em Salta , na Argentina, o Rally  chega ao fim na cidade chilena de Valparaíso no dia 18 de Janeiro.

A equipa oficial Honda do HRC conta nas suas fileiras com 2 pilotos portugueses Hélder Rodrigues e Paulo Gonçalves  que aos comandos das CRF450 RALLY  irão lutar pela vitória.

O Português Paulo Gonçalves que conseguiu o titulo campeão do Mundo de todo-o-terreno de 2013, falou acercado Rally:Paulo Gonçalves

“Vai ser um Dakar muito difícil, mais difícil do que o anterior . Temos a novidade que é a introdução de um novo Pais, a Bolívia, com uma passagem com dificuldades acrescidas por estar inserida numa etapa ‘maratona’, onde iremos atravessar o gigantesco ‘Salar’ que é totalmente novo para todos e sem assistência. Além disto, temos todas as outras dificuldades normais do Dakar e temos de estar preparados, o Dakar nunca é fácil e este não será uma excepção”,

Hélder Rodrigues (Honda) – “ foi  ótimo para vir aqui para a apresentação do Dakar, começarmos a conversar com os outros pilotos e conhecer os políticos de outros países. Vai ser muito bom, a etapa para a Bolívia, onde subimos a montanha e  se atingirão os 3.600 metros de altitude , mais um ponto de dificuldade deste Dakar . Adoro  esta corrida.”

Os outros pilotos portugueses nas duas rodas serão  Ruben Faria (KTM), segundo no ano passado, Pedro Bianchi Prata (Husqvarna), Victor Oliveira (Husqvarna), Pedro Oliveira (Speedbrain) e Mário Patrão (Suzuki).

Nos automóveis , Portugal estará representado pelas duplas Carlos Sousa/Miguel Ramalho (Haval) e por Francisco Pita/Humberto Gonçalves (SMG), enquanto Paulo Fiúza será mais uma vez co-piloto do argentino Orlando Terranova.

À partida estarão os vencedores do ano passado em motas e carros, respectivamente os franceses Cyril Despres e Stéphane Peterhansel, o qual procura uma 12.ª vitória, a sexta nos automóveis, depois de outras tantas nas motas

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.