A vitória de Marc Márquez  no Grande Prémio garantiu ao espanhol um domínio avassalador durante o fim-de-semana pois  liderou todas as sessões de reinos – algo que não acontecia desde que Casey Stoner dominou também por completo o Grande Prémio da Austrália no ano passado. Foi o  terceiro triunfo consecutivo de Marc Márquez na categoria rainha do MotoGP  e venceu  todas as corridas disputadas nos Estados Unidos depois de ter ganho no Texas e em Laguna Seca.

Indy_83Vindo da pole, onde bateu o anterior record na posse de Dani Pedrosa em cerca de 0,8 seg. …   fez mais uma fraca partida, talvez dos poucos pontos que falta melhorar ao  rockie de 20 anos,  e caiu para terceiro atrás  de Jorge Lorenzo e do seu companheiro de equipa Dani  Pedrosa. Fez uma corrida táctica, acompanhou o ritmo elevado imposto por Lorenzo e Pedrosa e foi guardando os  pneus nesta  parte inicial da corrida,  quando se sentiu confortável atacou e passou os dois rivais ao titulo nas 9ª e 13ª voltas, respectivamente, – é de salientar  que  ambos continuam a ressentir-se das lesões na clavícula – mas Marc  não perdoou e  acabou por cruzar a meta com quase três segundos de vantagem. Quem diria que se trata de um estreante na classe rainha do Motogp …
Pedrosa que acompanhou Lorenzo depois de Márquez ter fugido,  parecia que ia terminar a corrida de 27 voltas em 3º, mas surpreendeu Lorenzo ao tirar partido do cone de ar para o passar na penúltima volta. Para Pedrosa e Lorenzo este foi o primeiro pódio desde o Grande Prémio da Catalunha, em Barcelona, há dois meses. O quarto posto foi para o companheiro de equipa de Lorenzo, Rossi, que veio de nono grelha e só na última volta conseguiu levar a melhor sobre Crutchlow (Monster Yamaha Tech3) e Bautista (GO&FUN Honda Gresini), que levaram a cabo animada luta durante toda a corrida. Stefan Bradl (LCR Honda MotoGP) foi sétimo.
A fechar a lista dos dez primeiros ficaram o companheiro de equipa de Crutchlow, Bradley Smith, e a dupla da Ducati Team, Nicky Hayden e Andrea Dovizioso; o estreante inglês (que na primeira volta chegou a rodar em quarto graças a soberba partida) passou os dois pilotos Ducati mesmo no final da corrida,  depois da ultrapassagem agressiva de  Hayden a  Dovizioso na última curva do circuito, que dá entada na oval de Indianapolis, levando os dois pilotos da Ducati para fora da pista na última curva. Uma cópia a papel químico do incidente da última curva de Assen do qual Smith também beneficiou.Indy_82
Foram quatro os  pilotos que  não terminaram a corrida: o wildcard Blake Young (Attack Performance Racing) sofreu queda na primeira volta, enquanto Randy de Puniet (Power Electronics Aspar), Lukas Pesek (Came IodaRacing Project) e Yonny Hernandez (PBM) tiveram problemas. Incapazes de correr estiveram Ben Spies (Pramac Racing), que arruinou o regresso à acção ao deslocar o ombro após queda na sexta-feira, e Karel Abraham (Cardion AB Motoracing), que se lesionou no pé e ombro no primeiro dia.

Classificação Final MotoGP Indinapolis

Classificação Geral MotoGP

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.