Presidente do Brasil destacou investimentos externos recíprocos feitos por empresas. Dilma Roussef falou após reunião com o presidente português, Aníbal Cavaco Silva.

A presidente Dilma Roussef afirmou nesta segunda-feira (10), após encontro oficial em Lisboa com o presidente de Portugal, Aníbal Cavaco Silva, que o relacionamento do Brasil com o país europeu está mudando de patamar. Dilma citou o fortalecimento do investimento direto externo feito de forma recíproca por empresas dos dois países.

Dilma viajou para Portugal neste sábado, para participar da cerimônia de encerramento do ano do Brasil neste país. Nesta segunda, ela ainda participa reunião de trabalho com o primeiro-ministro português, Paulo Passos Coelho, e da cerimônia de entrega do Prêmio Camões. O Brasil é o quarto maior destino dos investimentos diretos portugueses no exterior, segundo o Itamaraty. A troca comercial entre os dois países no ano passado foi de US$ 2,6 bilhões.

“Temos interesse em ampliar as relações comerciais e os investimentos recíprocos entre os nossos países. Nós estamos mudando o patamar desse relacionamento, para além dos tradicionais campos nos quais sempre atuamos: importação de produtos primários ou manufaturados simples”, disse Dilma

Ao falar dos investimentos externos de empresas de ambos os países, ela exemplificou a atuação da estatal Embraer em Portugal, que possui dois centros de excelência na cidade de Évora. Dilma também mencionou a petrolífera portuguesa Galp, que na  semana passada anunciou que vai participar do primeiro leilão de blocos no pré-sal que o governo brasileiro vai realizar, ainda neste ano.

“Eu saúdo como sendo elemento muito especial tanto a presença da Embraer em Portugal quanto os investimentos da Galp no Brasil na área do petróleo, nos principais centros de petróleo do pré-sal. Isso celebra outro patamar do relacionamento”, destacou.

Dilma falou, ainda, de acordos firmados na área de tecnologia e educação e da importância de fortalecer parcerias entre os dois países em áreas como chamada indústria criativa, com incentivo a setores como audiovisual e moda. “Temos que dar ênfase nesse aspecto”, declarou. A presidente também citou os laços culturais entre os dois países, e agradeceu a acolhida dos portugueses aos brasileiros que visitam Portugal.

Dilma afirmou, ainda, que dá “ênfase” ao estreitamento das relações entre o Mercado Comum do Sul (Mercosul) e a União Europeia. E disse ter preocupação com a crise econômica que afeta a Europa. “Eu destaco que o Brasil teve sempre um olhar de preocupação quando tratamos das questões relativas à crise econômica que afeta a Europa. Temos preocupação com a questão social e com o desemprego”, declarou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui