Foto: Juan Kulichevsky / Wikimedia  //

Especialistas navais russos analisaram dois objetos encontrados no fundo do mar pelo submersível robô Pantera Plus, que a Rússia disponibilizou à Argentina para ajudar nas buscas do ARA San Juan.

 O Ministério da Defesa da Rússia divulgou a imagem de dois objetos encontrados no fundo do oceano Atlântico, no local onde se pensa estar o submarino argentino ARA San Juan, desaparecido há 18 dias.

A busca pelo submarino concentrou-se este domingo num ponto do Oceano Atlântico, a 950 metros de profundidade, informaram fontes oficiais.

Segundo a RT, os resultados das buscas levadas a cabo pelo equipamento submersível russo de operação remota Pantera Plus não fornecem qualquer indicação sobre o paradeiro do submarino argentino.

 “A Marinha russa ainda está a analisar as anomalias encontradas no fundo do mar, na área de busca do submarino ARA San Juan”. Em comunicado, o Ministério Russo afirma, porém, que o Pantera Plus permitiu descobrir e estudar dois objetos, que foram classificados como um barco de pesca e um bloco de cimento de grandes dimensões”.

Além disso, a Marinha Argentina detonou 100 quilos de explosivos TNT na zona de buscas do submarino ARA San Juan, assegurando que a explosão que o submarino sofreu foi muito mais forte.

Os especialistas simularam o acidente detonando os explosivos a 40 metros de profundidade, de modo a comparar o som provocado com o som da explosão detetada na mesma área.

De acordo com a Sputnik, espera-se, esta terça-feira, a chegada do navio russo Yantar à zona de buscas, equipado com dois submersíveis que irão permitir a realização de pesquisas a uma profundidade de até 6 mil metros.

O submarino argentino San Juan desapareceu no dia 15 de novembro. Às 7h30 locais do dia 15 de novembro, a embarcação fez o último contacto com a base a reportar uma avaria elétrica.

O último sinal foi registado no alto do Golfo San Jorge, no Oceano Atlântico, a 432 quilómetros da costa da província de Chubut. A bordo do navio havia 44 membros da tripulação.

ZAP //

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui