Portugal venceu pela primeira vez na sua história o Festival Eurovisão da canção. A música portuguesa venceu em ambas as votações – júri e televoto, ficando à frente da Bulgária por 143 pontos.

 Após um ano de ausência, Portugal regressou hoje à Eurovisão – onde se estreou em 1964 – e venceu pela primeira vez o Festival Eurovisão da Canção, com “Amar pelos dois”, interpretada por Salvador Sobral.

Amar pelos doisvenceu a 6 de março a final do Festival da Canção, que decorreu no Coliseu dos Recreios, em Lisboa, e que foi disputada por oito canções.

A canção portuguesa, com letra e música de Luísa Sobral, irmã de Salvador Sobral, obteve 758 pontos na votação combinada dos júris nacionais e do público, na final do festival disputada em Kiev, na Ucrânia, que foi disputada por 26 países e transmitida em direto pela RTP1.

A Bulgária, segunda classificada, obteve 615 pontos, e a Moldávia surpreendeu com o terceiro lugar, com 374 pontos, à frente dos favoritos Suécia e Itália.

A melhor classificação portuguesa no concurso foi um sexto lugar em 1996, com a canção “O meu coração não tem cor”, interpretada por Lúcia Moniz. A última vez que Portugal competiu numa final do Festival Eurovisão foi em 2010.

Na quarta-feira diversos sites davam dava conta da subida de Portugal nas apostas: “A subida de Salvador Sobral coloca Portugal como terceiro favorito numa média das várias casas de apostas”, referia o esctoday, acrescentando que Portugal, tal como a Bulgária e a Suécia, tinham probabilidades entre seis a 12 para um.

Itália, com a canção “Occidentali’s Karma” interpretada por Francesco Gabbani, era apontada como o país favorito. Mas, segundo dizia então o jornal Metro, o mundo estava a “apaixonar-se pela melhor música de sempre” de Portugal no Festival Eurovisão da Canção. E Portugal ganhou mesmo.

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui