A polícia da Arábia Saudita prendeu uma mulher por ter tirado seu véu em público e ter divulgado as imagens no Twitter – uma acção arrojada, num país ultraconservador onde as mulheres estão submetidas a proibições e leis restritivas.

Um porta-voz da polícia citado pela agência AFP anunciou esta segunda-feira a detenção da mulher, sem revelar o seu nome, por violação das leis islâmicas que proíbem as mulheres de expor publicamente o seu rosto.

De acordo com o Segundo o The Guardian, a mulher foi no entanto identificada nas redes sociais como Malak al Shehri.

A polícia agiu ante a “violação dos costumes”, detalhou o porta-voz em comunicado. “A acção desta mulher viola as leis em vigor no país”, reiterou, fazendo um apelo a que se “subscrevam os ensinamentos do islão”.

A mulher “publicou um tweet onde aparece de pé, sem véu, perto de um conhecido café em Riad”, prosseguiu a polícia.

Al Sheri foi também acusada de “falar abertamente de relações proibidas com homens” com os quais não tem nenhum parentesco.

A acusada, de cerca de 20 anos, foi “transferida para uma prisão para mulheres” e seu caso terá agora de ser objecto de novas investigações.

A sua imagem, sem véu, na rua principal de Riad, foi publicada no Twitter no fim do mês passado, e provocou uma onda de indignação no país.

Ver imagem no TwitterVer imagem no Twitter

A Saudi woman went out yesterday without an Abaya or a hijab in Riyadh Saudi Arabia and many Saudis are now demanding her execution.

Segundo o NY Times, milhares de utilizadores das redes sociais publicaram na altura comentários exigindo a punição de al Shehri, cujo nome significa “Anjo”.

Em alguns casos, utilizadores enfurecidos exigem a morte de Malak al Shehri, com comentários como “matem-na e atirem o seu corpo aos cães” e “queremos sangue”.

A Arábia Saudita aplica uma versão rigorosa do Islão, que entre outras medidas impõe às mulheres que se cubram em público com o véu islâmico.

É o único país no mundo que proíbe as mulheres de conduzir. Também têm que ter autorização de um homem – um tutor – para trabalhar, viajar ou casar, e não podem comer sozinhas num restaurante.

ZAP / Ciberia

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.