Especialmente durante as férias, a ideia de fazer sexo dentro da piscina, no mar ou no jacuzzi pode ser bastante tentadora. Mas será que é prática? E segura? Se está a pensar fazê-lo o melhor é ver a lista dos problemas que pode ter quando faz sexo dentro de água, reunida pela Women’s Health norte-americana.

A água dos rios, lagos ou do mar contém bactérias, que serão empurradas para dentro da vagina durante o ato sexual. O mesmo acontece com as piscinas e jacuzzis, especialmente se não tiverem o cloro necessário. Nestes últimos, além das bactérias, os químicos que contêm também podem provocar micro lágrimas na membrana mucosa da vagina, aumentando o risco de infeção, destaca a professora assistente de obstetrícia e ginecologia Sara Twogood.

Além disso, a água, ironicamente, seca a vagina ao ‘lavar’ toda a lubrificação natural que o seu corpo produz durante o sexo, destaca o ginecologista Dr. António Pizarro. Isto vai provocar bastante fricção durante o ato sexual, que irá levar a uma maior formação de micro-lágrimas e infeções, independentemente da água em que tem relações sexuais.

Praticar sexo seguro também será pouco possível, pois os preservativos não são tão eficazes na água. Além de poderem escorregar mais facilmente, devido à fricção extra, também poderão romper-se.

Fazer sexo no chuveiro pode ser uma boa forma de incluir a água sem tanto risco de infeções, com menos fricção e sem prejudicar a eficácia do preservativo.

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.