Na passada quinta feira, Simone de Oliveira foi condecorada pelo Presidente da Republica, com a  Grã-Cruz da Ordem do Infante D. Henrique, como reconhecimento “do seu contributo para o património cultural português”.

Um dia depois de Simone comemorar 58 anos de carreira com um espetáculo que decorreu no teatro S. Luiz, Cavaco Silva distingue o seu talento numa cerimónia que teve lugar no Palácio de Belém.

Deste modo e segundo palavras do Presidente, “… a República portuguesa presta homenagem a uma grande figura da cultura portuguesa que os portugueses têm admirado ao longo do tempo, nos palcos, no teatro, na televisão e no cinema. Cinquenta e oito anos, uma vida, uma vida dedicada ao espetáculo. Simone de Oliveira tem sido uma referência para vários artistas em Portugal”.

No discurso do chefe de estado foram ainda evidenciadas características pessoais da artista que a ajudaram a enfrentar desafios diversos, relembrando que o “que sobressai é acima de tudo uma grande coragem, uma resistência, não baixar os braços, não desistir, determinação para enfrentar esses grandes desafios que viveu ao longo da sua vida”.

Na cerimónia estiveram presentes Manuela Ferreira Leite, Daniel Oliveira, Henrique Feist ou Fernando Fernandes (FF), e outras personalidades numa postura de reconhecimento e respeito pelo  trabalho da artista.

Simone agradeceu o reconhecimento invocando palavras do poeta” as palavras estão gastas. É uma honra muito grande, agradeço muito a todos, ao país, aos poetas, aos músicos e a si, senhor Presidente, aquele abraço de respeito, de ternura”.

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.