Foto: Mário Cruz / Lusa  //

O PS continua a aumentar a sua distância com o PSD nas sondagens, e tem agora uma vantagem de 14,4 pontos percentuais. Entre os líderes políticos, quem mais subiu foi o presidente cessante do PSD, Pedro Passos Coelho.

 Segundo o último Barómetro da Eurosondagem, publicada este sábado pelo semanário Expressoo PS obteria 41.3% dos votos, mais 1.1 pontos do que na anterior sondagem. O PSD, principal partido da oposição, conseguiria 26.9% dos votos, menos um ponto do que há um mês.

A sondagem foi realizada com inquéritos telefónicos entre 14 e 17 de janeiro, já depois das eleições directas no PSD nas que Rui Rio foi escolhido como novo líder do partido.

Segundo apurou o Barómetro da Eurosondagem, os portugueses acreditam que o PSD será mais combativo com Rio na liderança, mas ganhar as eleições é outra história. Quase 60% não acredita que Rui Rio possa vencer as eleições legislativas do próximo ano contra António Costa.

 O antigo primeiro-ministro e presidente cessante do PSD, Pedro Passos Coelho, é curiosamente o líder político que mais subiu nas sondagens este mês, com mais 1.9 pontos do que na sodagem do mês passado. Passos Coelho tem agora uma nota de 7.8.

A Eurosondagem mostra também uma ligeira queda dos parceiros parlamentares do Governo socialista. O Bloco de Esquerda obteria 8.5% dos votos, menos uma décima, mantendo-se como a terceira força mais votada, e a CDU 6.9%, menos uma décima.

Esta ligeira queda relega os comunistas para 5 força do país, ultrapassados pelo CDS, que sobe uma décima nas intenções de voto e consegue 7% dos votos.

ZAP // EFE

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui