O jornal Público adianta que este processo, em investigação há um ano, está relacionado com suspeitas de corrupção em concursos públicos para a instalação de campos sintéticos de futebol.

Além de Hermínio Loureiro, foram também detidos o actual presidente da Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis, Isidro Figueiredo, e o líder da concelhia local do PSD, José Francisco Oliveira, avança o Expresso.

Estão em causa suspeitas de corrupção activa e de tráfico de influências, no âmbito de um alegado esquema de que Hermínio Loureiro seria “o pivô” para a “viciação de concursos públicos”, segundo adianta a revista Sábado.

Envolvidos estão também quatro empreiteiros, que seriam supostamente beneficiados nesses concursos, a troco de “luvas” que seriam divididas pelos responsáveis implicados e que também seriam usadas para um “saco azul” que visava financiar clubes de futebol, aponta a Sábado.

Há cinco clubes implicados, que também foram alvo de buscas, todos no distrito de Aveiro. O Ministério Público suspeita também que estes clubes terão sido beneficiados com subsídios irregulares.

Nas buscas efectuadas, a Judiciária apreendeu “15 imóveis, seis carros de luxo e seis milhões de euros”, aponta o Público.

ZAP //

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.