Vitória tranquila por 4-0 no reduto do Leixões deixa bracarenses na liderança do grupo D.

Na visita ao Estádio do Mar, em Matosinhos, o conjunto orientado por Paulo Fonseca encarou a partida com a máxima seriedade, assumindo as despesas do jogo desde o início e deixando bem claro que esta é uma competição para ganhar! O SC Braga chegou cedo ao golo (10′), com Pedro Santos a atirar para o fundo das redes de Taha. A perder, a equipa Leixonense não teve capacidade para se estender no terreno, limitando-se a jogar no seu meio-campo enquanto o SC Braga procurava aumentar a contagem. Viu-se muito pouco Leixões e durante toda a primeira parte o guardião bracarense Matheus foi um mero espectador, não tendo efectuado praticamente nenhuma defesa.

O mau estado do terreno condicionou a prestação das equipas

A chuva intensa que tem caído no Porto fez estragos no relvado do Mar
A chuva intensa que tem caído no Porto fez estragos no relvado do Mar

No reatar da partida, o Leixões entrou mais atrevido e subido no terreno, o que acabou por facilitar a vida aos minhotos. Com mais espaço nos últimos 30 metros do terreno, o Braga aumentou com naturalidade o caudal ofensivo e com isso as oportunidades de golo. Aos 53′ Hassan aumentou a contagem e logo de seguida (58′) o Leixões ficou com a vida ainda mais difícil depois do cartão vermelho exibido a Niang por alegada agressão a Argus. A jogar com 10, a equipa do Mar conseguiu ser mais ofensiva do que tinha sido até então, ainda assim sem capacidade para evitar a goleada, aos 84′ Rui Fonte fez o 3-0 e já nos descontos Wilson Eduardo fechou a contagem na conversão de uma grande penalidade.

Com este resultado o SC Braga aproxima-se das meias-finais da Taça da Liga e elimina em definitivo o Leixões.

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.