O Centro Comercial Novo Mundo, em Banguecoque, na Tailândia, costumava ser muito procurado pelos consumidores mas, actualmente, está à mercê de peixes, que invadiram o edifício depois de uma inundação.

O espaço comercial encerrou em 1997, por não cumprir as regulações de edificação. Em 1999, um incêndio destruiu o telhado do edifício. Sem telhado, e com o passar do tempo, a água das chuvas foi gradualmente inundando o espaço, o que acabou por causar um problema de mosquitos.

Para acabar com a praga de insectos, os habitantes locais introduziram tilápias, um peixe de água doce, para comer os mosquitos. Porém, os peixes prosperaram e reproduziram-se rapidamente e reclamaram o edifício abandonado, nadando ao longo de mais de 464,5 metros quadrados.

As lojas que rodeiam o centro abandonado vendem pratos de peixe feitos com os animais pescados das águas do espaço comercial a turistas e visitantes. Porém, é proibido atirar objectos para o lago interior, de forma a proteger os animais.

O Centro Comercial Novo Mundo foi construído na parte antiga da cidade de Banguecoque na década de 1980. No entanto, a construtora infringiu as regras de construção para aquela parte da cidade, ao construir um edifício com mais sete andares que aqueles que eram permitidos. Os andares adicionais acabaram por ser destruídos e o espaço acabou por fechar.

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.