A taxa de desemprego no Reino Unido desceu para 4,9% entre maio e julho. Este é o valor mais baixa desde setembro de 2005 e contra 5,5% no mesmo período de 2015.

Dados da agência de estatística britânica indicam que desemprego (que inclui tanto os desempregados que beneficiam de subsídio de desemprego como os que não) atingiu 1,63 milhões de pessoas nos três meses entre maio e julho, menos 39.000 desempregados do que nos três meses precedentes.

O número de pessoas com subsídio de desemprego durante o mês de agosto, dois meses depois do triunfo do Brexit no referendo sobre a saída do país da União Europeia, subiu para 771.000 pessoas, mais 2.400 pessoas do que no mês anterior. Já os salários médios dos trabalhadores aumentaram 2,3% em julho, face ao mesmo mês de 2015.

Segundo os dados divulgados, em julho, 23,25 milhões de pessoas trabalhavam no Reino Unido a tempo completo e 8,5 milhões de pessoas a tempo parcial, respetivamente mais 434.000 e 126.000 do que no mesmo mês de 2015.

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.