foto  : Jean-Christophe Bott / EPA

O secretário de Estado da Saúde, António Lacerda Sales, disse esta segunda-feira que a taxa de ocupação das unidades de cuidados intensivos chega aos 54%, dando ainda conta que a taxa de letalidade global está fixada nos 3,5%.

“A taxa de letalidade global é de 3,5%, a taxa de letalidade acima dos 70 anos é de 12,8%”, disse o governante na conferência de imprensa desta segunda-feira, na qual foram anunciados 657 novos casos e mais 21 vítimas mortais de covid-19.

Larceda Sales disse ainda que grande parte dos infetados com covid-19 estão a recuperar em casa. “Pessoas em tratamento no domicílio são 87,8% dos casos. A percentagem em internamento é de 5,8%, com 1,8% em cuidados intensivos e 4,8% em enfermaria”.

A diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, que também participou na conferência de imprensa desta segunda-feira, garantiu que o país tem conseguido abastecer reserva de máscaras cirúrgicas. “Como devem saber, temos sempre dito que o seu uso [de máscaras cirúrgicas] não pode comprometer a necessidade maior de utilização de profissionais de saúde e doentes”, começou por dizer a responsável.

“Dito isto, se as pessoas as estão a usar é porque o mercado tem capacidade de as abastecer. Sendo que nós estamos a conseguir adquirir para abastecer o nosso mercado. Em qualquer altura que não aconteça, as pessoas que estão a usar máscaras cirúrgicas têm de usar outro equipamento. Mas que fique claro que não pode haver falta nestes sectores mais importantes”, explicou Graça Freitas.

Questionada sobre hostel em Lisboa que foi evacuado depois de ter sido identificado um caso de infeção, a diretora-geral da Saúde considerou que foi o elevado número de pessoas e a concentração das mesmas num mesmo espaço que levaram a que mais de uma centenas de pessoas ficassem infetadas pelo novo coronavírus.

“Relativamente ao hostel, foram tomadas várias medidas. A primeira circunstância teve a ver com o facto do número de pessoas no hostel e a concentração destas. Uma vez identificado um caso, foi realizado um plano de testes. Como sabem este hostel tinha cerca de 185 pessoas residentes e alguns profissionais. Foram feitos testes a toda esta população e muitos deles deram positivo. Da primeira bateria com 116 testes, 100 deram positivos. A concentração de pessoas num espaço define um contágio e isso ficou bem patente”.

“Houve uma pronta intervenção nesta estrutura e um movimento para realojar estas pessoas, incluindo com o contributo da mesquita [de Lisboa]. Em relação ao hostel, têm de se proceder a desinfeções do local e ponderar como serão realocadas estas pessoas”.

Portugal regista esta segunda-feira 735 mortos associados à covid-19, mais 21 do que no domingo, e 20.863 infetados (mais 657), indica o boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde (DGS). Comparando com os dados de domingo, em que se registavam 714 mortos, hoje constatou-se um aumento percentual de 2,9%.

Relativamente ao número de casos confirmados de infeção pelo novo coronavírus, os dados da DGS revelam que há mais 657 casos do que no domingo (+3,3%).

ZAP //

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui