Portugal vive uma época dourada no Ténis de Mesa, com conquistas várias a nível internacional.

Portugal já apurou três mesatenistas para os Jogos Olímpicos Rio 2016. A primeira a consegui-lo foi a mesatenista luso-chinesa Fu Yu. No derradeiro encontro do seu Mapa, Fu Yu venceu a romena Daniela Dodean Monteiro, mulher do mesatenista luso João Pedro Monteiro, duas vezes olímpico, por 4-1 (11-3,10-12,10-12,8-11,3-11). Antes já tinha levado de vencidas Natalia Partyka da Polónia e Ivana Tubikanec, da Croácia, ambas por 4-0.

Alguns minutos mais tarde, Marcos Freitas e Tiago Apolónia carimbavam igualmente o apuramento olímpico, apesar de ser praticamente certo que caso falhassem nesse torneio, teriam sempre o lugar garantido no Rio 2016 graças às posições que ocupam no ranking. Os dois melhores mesatenistas do ranking ITTF da história da modalidade no nosso país venceram os seus Mapas. Marcos Freitas derrotou o turco Ahmet Li por 4-1 (13-11,8-11,13-11,13-11,11-9) na final. Tiago Apolónia venceu o inglês Liam Pitchford por 4-3 (2-11,12-10,11-8,8-11,11-9,9-11,11-8) no derradeiro encontro do Mapa E.

Nos masculinos, graças ao ranking que ocupa no top mundial, a seleção masculina lusa irá marcar presença no Rio, apesar de neste momento ainda não poder ser contabilizado o terceiro elemento até à data do fecho dos rankings da ITTF. Como já anunciado pela Federação Portuguesa de Ténis de Mesa, a equipa masculina será completada por João Monteiro, que somará a sua terceira participação olímpica.

Nos femininos, Shao Jieni também ainda poderá sonhar com o apuramento, através do ranking da ITTF, precisando de somar pontos nos torneios internacionais que faltam até à data de fecho do ranking.

COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.