O treinador do Bayer Leverkusen Sami Hyypia manifestou hoje a intenção de vencer na quinta-feira o Benfica e manter-se na Liga Europa de futebol, sustentando que o resultado da primeira mão “não foi assim tão alarmante”.

“Esperamos ganhar”, acentuou o treinador finlandês na conferência de imprensa de antecipação do jogo da segunda mão dos 16 avos de final da Liga Europa, no Estádio da Luz, apesar de admitir que os encarnados “vão fazer tudo para matar o jogo rapidamente”.

Sami Hyypia reconheceu que o Benfica parte “em vantagem”, depois da vitória por 1-0 em Leverkusen, e por isso vai “jogar muito na ofensiva e pressionar bastante” para tentar decidir a partida o mais cedo possível.

O treinador finlandês recusou que o resultado da primeira mão tenha constituído “um choque”, recordando que “o Benfica é uma equipa muito forte” e, nesse sentido, “o resultado não foi assim tão alarmante”.

“Penso que amanhã [quinta-feira) vão jogar com a equipa mais forte. Espero um jogo mais ofensivo do que em Leverkussen”, argumentou.

Questionado sobre a qualidade do avançado benfiquista Cardozo, Sami Hyypia admitiu ser “um excelente jogador, um ponta de lança exímio”, embora ressalvando que “não é o único” e sublinhando que o Leverkussen vai “fazer o possível para que não marque golos”.

O avançado Kiessling concordou que o Benfica vai jogar de forma “mais ofensiva” e, após a derrota na primeira mão, o Leverkussen “não vai entrar na situação ideal”.

Kiessling assegurou, contudo, que a equipa alemã quer inverter o resultado da primeira mão e seguir para os oitavos de final da Liga Europa.

“O Benfica é uma equipa muito forte… em Leverkusen fizeram um jogo muito racional e cerebral, mas acho que vamos sair-nos bem, sem dúvida”, frisou.

O avançado alemão destacou ainda a qualidade do central “encarnado” Luisão, considerando-o “um defesa fortíssimo”.

NOTICIA AGÊNCIA LUSA
FOTO: A BOLA
COMPARTILHAR

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor introduza o seu nome aqui